Cabelos ressecados

Visão Geral

O que é Cabelos ressecados?

Pessoas com pouca produção de sebo no couro cabeludo têm cabelos mais secos e menos brilhantes, naturalmente. Isso é diferente dos cabelos estarem ressecados, o que ocorre quando a haste do fio está alterada.

Causas

Os cabelos podem ficar ressecados por contato com vários agentes, como por exemplo:

  • Poluição
  • Cloro de piscina
  • Água salgada do mar
  • Exposição ao sol
  • Agentes descolorantes.

A radiação solar ultravioleta A penetra profundamente nos fios dos cabelos, enquanto a radiação ultravioleta B penetra um pouco mais superficialmente, mas ambas alteram a cutícula do fio e fazem com que haja perda do brilho e que a haste fique quebradiça e embarace mais.

A cutícula é a camada mais externa do fio, e é composta por células mortas, achatadas, que se dispõem como telhas (5-10 camadas) de um telhado. A segunda camada do fio é o córtex, e a camada mais interna é a medula. A cutícula é a camada que mais sofre com agressões externas, deixando o fio frágil e ressecado.

Causas mais graves

Algumas vezes os cabelos podem se tornar ressecados por alguns quadros físicos, como:

Referências

Natalia Cymrot, dermatologista e mestre em dermatologia pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (CRM-SP 84.332)

Diagnóstico e Exames

Buscando ajuda médica

Procure por ajuda médica se seu cabelo se tornar ressecado de repente e se estiver apresentando queda de cabelo ou não houver melhora com tratamentos comuns de cabeleireiro.

Diagnóstico de Cabelos ressecados

Na consulta com o dermatologista ele avaliará as condições do fio, bem como seus hábitos, para avaliar a causa do problema.

Em algumas situações o especialista pode pedir exames de sangue para verificar dosagens hormonais e deficiências nutricionais.

Convivendo (prognóstico)

Cuidados

Os cabelos que têm mais tendência á ressecar devem ser lavados com água morna, pois a água muito quente abre a cutícula do cabelo, deixando-o mais suscetível ao danos solares, à poluição e agentes químicos, que ressecam os fios. O sal e o cloro, da água do mar e da piscina, ressecam os cabelos, que devem ser enxaguados logo em seguida do término da imersão. O secador,se for necessário, deve ser usado com temperaturas mais baixas, não muito quentes, para não ressecar mais os cabelos. Além disso, o fio molhado é mais elástico, e se penteado e desembaraçado de maneira errada pode quebrar mais. Devem ser desembaraçados das pontas á raiz e com pentes de dentes largos.

Os cabelos ressecados ficam mais alcalinos e o uso dos shampoos (que já são na maioria dos casos, alcalinos), pode piorar o ressecamento, e abrir mais as escamas do fio, deixando-o mais suceptível aos danos externos. A melhor escolha é o shampoo de PH mais ácido, inclusive preventivamente. São os shampoos indicados para cabelos descolorados, com tintura, permanentes ou alisamentos.

Os condicionadores fecham as cutículas e ajudam a deixar os cabelos mais penteáveis, brilhosos e macios, mas em muitos casos, não são suficientes para hidratar e recuperar os cabelos ressecados. Nestes casos, a hidratação e a cauterização, feitas no salão são úteis e devem ser freqüentes. Em casa, podem ser usadas máscaras hidratantes, duas vezes por semana, por exemplo, ou mesmo as ampolas de hidratação, que selam a cutícula do pêlo também. Estas ampolas não devem ser misturadas aos shampoos ou cremes de hidratação e, quando usadas, não há necessidade do condicionador.

Cremes para pentear sem enxágue, também mantém as cutículas seladas e podem conter filtros solares. Produtos para cabelos, à base de silicone, como reparadores de pontas, contêm substâncias responsáveis pelo selamento de cutículas, protegendo os cabelos.

Fontes e referências

  • Natalia Cymrot, dermatologista e mestre em dermatologia pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (CRM-SP 84.332)
Este conteúdo ajudou você?
Sim Não