Déficit neurológico focal

Visão Geral

O que é Déficit neurológico focal?

Déficit neurológico focal é a perda de movimento, sensação ou função em um local específico do corpo, como o lado esquerdo da face, braço esquerdo ou áreas menores, como a língua. Complicações na visão, audição e fala também são considerados déficits neurológicos focais. O problema envolve o nervo, medula espinal ou a função cerebral.

O déficit neurológico focal pode ser unifocal, que envolve apenas uma lesão, ou multifocal, sugerindo mais de uma lesão. Este problema neurológico pode levar a paralisia, enfraquecimento, perda do controle muscular, aumento no tônus muscular, perda do tônus muscular, movimentos involuntários, diminuição ou falta de sensibilidade e alterações nas sensações.

Causas

Qualquer complicação que cause danos ou interrompa parte do sistema nervoso pode causar um déficit neurológico focal. Alguns dos problemas são:

Diagnóstico e Exames

Buscando ajuda médica

Entre em contato com o seu médico se você tiver qualquer perda de movimento ou sensibilidade.

Na consulta médica

Especialistas que podem diagnosticar um déficit neurológico focal são:

  • Clínico geral
  • Neurologista.

Estar preparado para a consulta pode facilitar o diagnóstico e otimizar o tempo. Dessa forma, você já pode chegar à consulta com algumas informações:

  • Uma lista com todos os sintomas e há quanto tempo eles apareceram
  • Histórico médico, incluindo outras condições que o paciente tenha e medicamentos ou suplementos que ele tome com regularidade
  • Se possível, peça para uma pessoa te acompanhar.

O médico provavelmente fará uma série de perguntas, tais como:

  • Quando o problema começou?
  • Ele está mudando rápido?
  • O problema apareceu de repente ou de forma gradual?
  • Há quanto tempo você está com o problema?
  • Há alguma perda de movimento? Se sim, onde?
  • Você apresentou perda da força?
  • Você teve perda da visão?
  • Você teve perda da audição?
  • Você sente dormência?
  • Quais outros sintomas você apresentou?.

Diagnóstico de Déficit neurológico focal

Os exames realizados a fim de diagnosticar o problema dependem dos sintomas apresentados pelo paciente. Sendo que os testes mais comuns são:

  • Ressonância magnética das costas, pescoço ou cabeça
  • Tomografia computadorizada da cabeça, costas e pescoço
  • Punção lombar
  • Eletromiograma (EMG) / velocidade de condução nervosa (NVC).

Tratamento e Cuidados

Tratamento de Déficit neurológico focal

O tratamento a ser realizado irá depender de qual for a causa do déficit neurológico focal.

Convivendo (prognóstico)

Complicações possíveis

Alguns dos problemas que envolvem o déficit neurológico focal são:

  • Perda de coordenação ou do controle dos movimentos mais complexos
  • Dificuldade para falar
  • Alterações na visão
  • Dificuldade para engolir
  • Síndrome de Horner: diminuição da pupila de um lado, pálpebra caída de um lado, falta de sudorese de um lado do rosto e afundamento de um dos olhos na cavidade orbitária.

Prevenção

Prevenção

Infelizmente, não é possível prevenir o déficit neurológico focal.

Fontes e referências

  • -Instituto Oncoguia;American Journal of neuroradiology.
Este conteúdo ajudou você?
Sim Não