Prolapso da válvula mitral

Visão Geral

O que é Prolapso da válvula mitral?

Sinônimos: sopro no coração, síndrome de barlow

O prolapso da válvula mitral é um problema cardíaco no qual a válvula que separa as câmaras superior e inferior do lado esquerdo do coração não fecha apropriadamente.

Causas

A válvula mitral ajuda o sangue no lado esquerdo do coração a fluir em uma única direção. Ela se fecha para evitar que o sangue retorne para a câmara superior quando o coração bate (contrai).

Prolapso da válvula mitral é o termo usado quando a válvula não se fecha apropriadamente. Isso pode ser causado por vários fatores diferentes. Na maioria dos casos é inofensivo, e os pacientes geralmente não sabem que têm o problema. Em torno de 10% da população têm alguma forma menor, insignificante de prolapso da válvula mitral, mas isso normalmente não afeta seu estilo de vida.

Em alguns poucos casos, o prolapso pode causar refluxo do sangue. Isso é chamado de regurgitação (insuficiência) mitral.

As válvulas mitrais que são estruturalmente anormais podem aumentar o risco de infecção bacteriana.

Algumas formas de prolapso da válvula mitral parecem ser passadas para as gerações seguintes de uma família (herdadas). O prolapso da válvula mitral tem sido associado à Doença de Graves.

O prolapso da válvula mitral frequentemente afeta mulheres magras que podem ter pequenas deformidades da parede torácica, escoliose ou outros distúrbios.

Fatores de risco

O prolapso da válvula mitral pode se desenvolver em qualquer pessoa e em qualquer idade.

Sintomas graves de prolapso da válvula mitral tendem a ocorrer com mais frequência em homens com mais de 50 anos.

Pessoas com histórico familiar de prolapso da válvula mitral também estão sujeitas a um risco maior de contrair a doença.

Ela também pode estar relacionada a outras doenças, como:

Sintomas

Sintomas de Prolapso da válvula mitral

Embora o prolapso da válvula mitral seja geralmente uma doença que pode necessitar de pede tratamento ao longo de toda a vida, muitas pessoas com esta condição nunca apresentam sintomas. Quando diagnosticado, é até muito comum que as pessoas se surpreendam ao saber que elas têm um problema cardíaco.

Quando os sinais e sintomas ocorrem, pode ser devido a um vazamento de sangue para a parte superior do coração por meio da válvula, num movimento chamado de regurgitação. Os sinais e sintomas do prolapso da válvula mitral pode variar muito de uma pessoa para outra. Eles tendem a ser leves e se desenvolver gradualmente. Eles costumam incluir:

  • Arritmia cardíaca
  • Tonturas ou vertigens
  • Dificuldade para respirar ou falta de ar, muitas vezes, quando deitado ou durante alguma atividade física
  • Fadiga.

Diagnóstico e Exames

Buscando ajuda médica

Se você apresentar qualquer um dos sintomas acima, marque uma consulta com o seu médico.

Muitas outras condições causam os mesmos sintomas que o prolapso da válvula mitral, portanto, a consulta a um especialista é primordial para determinar qual é a causa exata desses sintomas. Se você estiver com dor no peito e não tem certeza se ela pode estar sendo causada por um ataque cardíaco, procure assistência médica de emergência imediatamente.

Se você já tiver sido diagnosticado com prolapso da válvula mitral, consulte o seu médico se os seus sintomas piorarem.

Na consulta médica

Marque uma consulta com um cardiologista. No consultório, descreva todos os seus sintomas detalhadamente. Isso poderá ajudá-lo a concluir o diagnóstico. Além disso, esclareça todas as suas dúvidas e responda adequadamente às perguntas que o médico poderá lhe fazer, que incluem:

  • Quando seus sintomas começaram?
  • Seus sintomas são frequentes ou ocasionais?
  • Qual a intensidade de seus sintomas?
  • Você adotou alguma medida para aliviar os sintomas? Funcionou?
  • Você se sente cansado ou tem tido quadros de tontura ou vertigem?
  • Você tem tido dificuldade para respirar?.

Diagnóstico de Prolapso da válvula mitral

O cardiologista pode diagnosticar o prolapso da válvula mitral em qualquer idade. O médico poderá, ainda, suspeitar do diagnóstico de prolapso da válvula mitral durante um exame físico.

Alguns exames específicos poderão ser solicitados, entre eles:

  • Ecocardiograma com Doppler colorido
  • Cateterismo cardíaco
  • Radiografia torácica
  • Eletrocardiograma (ECG)
  • Ressonância magnética do coração.

Tratamento e Cuidados

Tratamento de Prolapso da válvula mitral

Na maioria dos casos, não há presença de sintomas, o que torna o tratamento desnecessário.

Se o paciente tiver prolapso importante da válvula mitral, é necessário acompanhamento médico frequente e em alguns casos, talvez seja necessário permanecer no hospital em observação. Poderá ser necessária uma cirurgia para reparar ou substituir a válvula se o paciente apresentar regurgitação mitral grave ou se os sintomas piorarem. A substituição da válvula mitral pode ser essencial se:

  • Houver sintomas
  • O ventrículo esquerdo do coração estiver aumentando
  • O funcionamento do coração piorar (fração de ejeção deprimida).

Alguns medicamentos poderão ser prescritos de forma paliativa quando a regurgitação mitral ou outros problemas cardíacos também estiverem presentes, como:

  • Drogas antiarrítmicas ajudam a controlar batimentos cardíacos irregulares
  • Diuréticos ajudam a remover o excesso de líquido dos pulmões
  • Propranolol é ministrado para palpitações ou dor no peito
  • Anticoagulantes ajudam a prevenir coágulos de sangue em pessoas que também tenham fibrilação atrial.

Convivendo (prognóstico)

Convivendo/ Prognóstico

A maioria das pessoas com prolapso da válvula mitral pode levar uma vida normal, produtiva e sem sintomas.

Os médicos geralmente não recomendam restrições ao estilo de vida ou quaisquer limitações no que diz respeito à prática de exercícios físicos. No entanto, pergunte ao médico se ele recomenda quaisquer alterações em seu estilo de vida. Se você tiver regurgitação mitral grave, o seu médico poderá recomendar-lhe evitar exercícios que poderiam piorar a sua condição, tais como levantamento de peso.

O médico pode recomendar visitas regulares de acompanhamento para avaliar a sua condição.

Complicações possíveis

Prolapso da válvula mitral não tratado pode causar complicações mais graves de saúde, como:

  • Endocardite (infecção das válvulas)
  • Vazamento grave da válvula mitral (regurgitação)
  • Derrame
  • Coágulos sanguíneos em outras partes do corpo
  • Batimento cardíaco irregular (arritmias), incluindo fibrilação atrial.

Expectativas

O prolapso da válvula mitral não deve afetar seu estilo de vida negativamente. Se o vazamento da válvula se agravar, o seu quadro poderá ser semelhante àquele de pessoas que têm regurgitação mitral resultante de qualquer outra causa.

Em grande parte dos casos, a condição é inofensiva e não provoca sintomas. Os sintomas, se surgirem, podem ser tratados e controlados com medicamentos ou cirurgia, dependendo do caso. No entanto, alguns batimentos cardíacos irregulares associados ao prolapso da válvula mitral podem colocar a vida em risco.

Prevenção

Prevenção

Não há como prevenir o prolapso da válvula mitral, mas as pessoas podem evitar determinadas complicações mantendo uma saúde bucal adequada e fazendo acompanhamento médico regular.

Fontes e referências

  • Revisado por: Dr. Antonio Carlos Bacelar, cardiologista do Hospital Israelita Albert Einstein - CRM: 131860
  • Ministério da Saúde
  • Sociedade Brasileira de Cardiologia
  • Instituto do Coração
  • Instituto de Cardiologia
Este conteúdo ajudou você?
Sim Não