PUBLICIDADE

Doação de sangue: entenda os requisitos e como é o processo

Saiba o que impede uma pessoa de doar e quais os cuidados após a coleta

A doação de sangue ocorre quando uma pessoa voluntariamente vai a um centro especializado e disponibiliza seu sangue para ser usado em transfusões ou outras situações clínicas. No Brasil são coletadas 3,7 milhões de bolsas por ano, o que corresponde ao índice de 1,8%. Na Europa e Estados Unidos, esse percentual é de 5% a 7%.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Segundo o Ministério da Saúde, a qualidade da rede de sangue brasileira já é reconhecida internacionalmente. No dia 14 de junho é celebrado o "Dia Mundial do Doador de Sangue" e juntamente com a data diversos hospitais e órgãos de saúde lançam a campanha Junho Vermelho, para incentivar a doação.

Requisitos para doação de sangue

Existem normas nacionais e internacionais para a triagem de pessoas aptas a doar sangue, sendo que órgãos como o Ministério da Saúde e a Associação Americana de Bancos de Sangue são responsáveis por esse controle. O alto rigor no cumprimento dessas normas garante a saúde das pessoas que receberão o sangue, uma vez que ele não pode estar contaminado com outras doenças.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Os requisitos para doação de sangue são:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Quem não pode doar sangue?

No hemocentro, você pode ser impedido de doar sangue se:

Quando uma unidade de doação vai até você?

No Brasil, a Fundação Pró-Sangue disponibiliza a Coleta Externa - ou seja, centros itinerários de doação de sangue em empresas, universidades, escolas e comunidades. Pessoas interessadas nesse serviço devem entrar em contato com a Divisão de Medicina Transfusional da Pró-Sangue.

A organização recomenda que as instituições reúnam grupos a partir de 60 pessoas, bem como disponham de instalação adequada, com uma área de no mínimo 100 metros quadrados bem ventilada e iluminada, com bebedouro e banheiros próximos. Para tanto, o local destinado à doação é vistoriado e aprovado com antecedência por profissionais técnicos. Na data acordada, a equipe desloca-se até o local, efetuando a coleta de bolsas de sangue.

Na impossibilidade de deslocar uma van e fazer a instalação da unidade de coleta em um local específico, é possível fazer o agendamento de horários para atendimento a grupos acima de 20 pessoas nos postos de coleta. Para mais informações, ligue no Alô Pró-Sangue 0800-55-0300 ou mande um e-mail para agendamentogrupos@prosangue.sp.gov.br

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Doação de sangue: conheça o passo a passo

Cuidados pós-doação

Algumas orientações devem ser seguidas pelo doador, veja:

Se o doador sentir mal-estar, deve notificar o hemocentro o mais breve possível. Se tiver feito sua doação na Pró-Sangue, o telefone para contato é 0800 55 0300 ou 4573-7500 nos ramais 7599 e 7594.

Caso o doador acredite que seu sangue não deve ser utilizado para transfusão por algum motivo e isso não foi dito durante a doação, também deve entrar em contato com o centro de coleta para que o sangue seja descartado.

Notificar qualquer situação que possa comprometer a amostra garante a segurança da transfusão e a saúde dos pacientes que recebem o sangue.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Quanto tempo esperar até a próxima doação?

Hemocentros do Brasil

A Fundação Pró-Sangue disponibiliza uma lista com todos os hemocentros do Brasil. Para saber qual é o centro de coleta mais próximo de você, confira o site da organização.

Referências

Fundação Pró-Sangue - instituição pública ligada à Secretaria de Estado da Saúde e ao Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. É o hemocentro-referência na América Latina e centro de referência da Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde.