Por que você não deve se importar em emagrecer na quarentena

O foco em perder peso rápido durante a pandemia do novo coronavírus pode gerar transtornos alimentares

O período de quarentena mudou a rotina da maior parte das pessoas. Com as academias e ginásios fechados, muita gente deixou de praticar atividades físicas. Além disso, a ansiedade com as notícias sobre o coronavírus também impactou a alimentação e o estado emocional da população. Assim, o ganho de peso se tornou uma realidade para muitos.

Com a reabertura gradual dos estabelecimentos, veio também uma certa obsessão com técnicas para emagrecimento rápido. Isso porque a vontade de voltar a pesar o mesmo que há alguns meses atrás vem fazendo com que dietas milagrosas se tornem cada vez mais populares.

Além de muitas vezes não funcionarem, esses métodos podem trazer uma série de danos à saúde. O efeito sanfona, que ocorre quando há ganho e perda de peso frequente, é uma das consequências dessas estratégias "express", já que manter a dieta a longo prazo pode ser um desafio.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Porém, o maior risco da intensa preocupação em emagrecer nesse período está no desenvolvimento de transtornos alimentares, que afetam diretamente a saúde do corpo e da mente de quem sofre com esses problemas. Por isso, é importante compreender os impactos deste momento para garantir seu bem-estar por completo.

Transtornos alimentares x Quarentena

A nutricionista Marcela Pinsetta Marques conta que, durante o período de pandemia e confinamento, as pessoas estão mais estressadas, ansiosas e angustiadas. Isso pode refletir diretamente no comportamento alimentar, fazendo com que hábitos saudáveis sejam deixados de lado, gerando compulsões ou até mesmo restrições severas, o que traz consequências graves.

De acordo com a especialista, há alguns tipos de transtornos alimentares que são mais comuns, podendo surgir ou se intensificar durante esse momento. Entre eles, estão:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Além do desenvolvimento de distúrbios, o foco excessivo em perder peso em pouco tempo também pode afetar negativamente toda a vida de uma pessoa, prejudicando sua saúde mental e seus relacionamentos interpessoais.

Como cuidar da saúde durante esse período

Para cuidar da autoestima e da saúde ao mesmo tempo, é preciso alterar algumas crenças, evitando que se crie obsessões sobre um peso ideal. A nutricionista Marcela afirma que o ponto principal é buscar o equilíbrio entre corpo, mente e a forma de lidar com a comida.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

"Evite dietas restritivas neste momento. É fundamental entender que não existe um alimento bom e outro ruim, mas, sim, formas inteligentes de consumi-los para que eles não te façam ganhar peso, principalmente durante o confinamento", conta.

A especialista recomenda se alimentar com "comida de verdade" - como verduras, legumes e frutas, reduzindo o consumo de alimentos processados, gorduras, doces em excesso e bebidas alcoólicas. "Além disso, é importante aliviar o estresse e a ansiedade de alguma forma que não seja descontando na comida", finaliza Marcela.

Nesse sentido, há diversas atividades que podem ajudar a relaxar e manter a calma durante esse momento delicado no mundo. Fazer algo que te agrade e te proporcione bem-estar, como assistir um filme, meditar, ler e ouvir música são alternativas para diminuir os impactos do confinamento.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Para passar a quarentena bem

O que fazer durante a quarentena para não perder o ânimo

Como manter sua saúde mental em dia na quarentena

Nutri indica 6 melhores alimentos para comprar na quarentena

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)