PUBLICIDADE

Desafio do sal: consequências vão de tontura a inchaço cerebral

Na nova brincadeira, adolescentes enchem a boca de sal e tentam engolir; entenda como o corpo reage nesta situação

Após a polêmica do desafio da rasteira, adolescentes estão viralizando uma nova "brincadeira" na rede social TikTok: o desafio do sal. Desta vez, os jovens enchem a boca de sal e tentam engolir. Toda a reação é filmada - muitas vezes acompanhadas de engasgos, cuspidas e caretas.

O novo desafio tem preocupado os pais, e com razão, já que o consumo exagerado de sal em um curto tempo pode trazer malefícios imediatos para a saúde. Conversamos com um cardiologista para entender melhor os prejuízos causados por este desafio.

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O que acontece com o corpo

O primeiro sintoma que o corpo apresenta é o processo de desidratação dos tecidos pelo alto teor de sal ingerido. O cardiologista Paulo Chaccur explica que a pessoa começa a sentir muita sede, o que leva a ingerir muito líquido para se saciar.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Isso sobrecarrega o volume da circulação, aumentando a pressão arterial e podendo levar à descompensação cardíaca.

Além disso, a pessoa pode ter uma ligeira sensação de mal-estar em função da hipernatremia (excesso de sódio na circulação sanguínea).

Desafio do sal pode causar coma

O desafio propõe a ingestão de muito sal e um dos primeiro sintomas é a tontura. Segundo o cardiologista, isso acontece porque, na medida em que a pessoa desidrata, o volume da circulação aumenta e, consequentemente, altera o fluxo cerebral.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

"A desidratação leva a esse torpor e depois à sensação de hipernatremia. Isso pode resultar em coma pela elevação acentuada do nível de sódio no organismo, que tem como consequência desencadear o edema cerebral (quando o cérebro incha pelo excesso de sal e líquido no organismo)", ressalta o especialista Paulo Chaccur.

Os riscos de complicações desse desafio são enormes e, segundo o médico, podem até levar à morte caso não sejam medicadas a tempo.

"Além do ponto neurológico de coma, pode acontecer eventualmente alterações ventilatórias, quando a respiração fica irregular, que, se não diagnosticadas imediatamente, pode levar à alteração do ritmo do coração e uma parada cardíaca, por exemplo", explica.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Por isso, se o jovem que participa do desafio não sabe se é portador de alguma anomalia no coração, como por exemplo cardiomiopatia hipertrófica, pode correr ainda mais risco.

Dose segura de sal

De acordo com a Organização Mundial de Saúde, a ingestão de sal (de cozinha) diária recomendada é de 5 gramas. Isso corresponde a apenas uma colher de chá rasa do mineral, quantidade que deve ser ingerida ao longo de todas as refeições do dia.