PUBLICIDADE

Bebê de 36 semanas: seu filho faz "birra"? Pode ser um sinal

Algumas crianças são muito apegadas à mãe e não gostam de ficar sozinhas

Provavelmente seu bebê já engatinha pela casa com 36 semanas de idade. Se ele ainda não começou esse processo, fique tranquila. Segundo Patrícia Rezende, pediatra do Prontobaby, mesmo que sejam minorias alguns bebês podem nunca engatinhar e já andarem direto.

No entanto, diante de casos como esse, é importante passar por uma avaliação do pediatra para que se possa descartar a possibilidade de algum atraso no desenvolvimento motor do bebê.

Contudo, geralmente ele já consegue ficar sentado sem precisar de apoio ou ajuda, consegue se levantar com ajuda ou apoiando em móveis. Nesse último caso, é preciso redobrar os cuidados para que o bebê não se apoie em algo que possa cair em cima dele.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Apesar de soltar alguns gritinhos como forma de chamar atenção das pessoas e gostar muito de ficar no colo, a criança nessa fase costuma estranhar o colo de pessoas desconhecidas e faz birra porque é muito apegado à mãe, muitas vezes indicando que não gosta de ficar sozinho.

Se esse for o caso, não tente forçar que o bebê se sinta bem no colo de uma pessoa estranha. Esses processos devem acontecer de forma natural, sempre respeitando os limites dele. Converse com a pessoa e não se sinta mal se o seu filho não quiser ficar no colo de alguém que não seja próximo.

A palavra "não" começa a ser percebida pelo bebê nessa idade e ele já consegue emitir alguns sons como "dá-dá" ou "pá-pá", mas aos poucos seu vocabulário vai melhorando e ficando mais diversificado.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

As noites de sono estão melhores por aí, certo? A especialista afirma que a tendência é que o bebê durma cerca de 11 horas por noite, tirando duas sonecas de 1 a 2 horas cada uma. Aproveite esses intervalos para cuidar de você, afinal, a mãe também precisa se sentir bem.