PUBLICIDADE

Bebê de 51 semanas: banho no chuveiro é recomendado?

Especialista indica opções para deixar o banho mais agradável ao seu filho

A rotina do seu bebê mudou muito ao longo desses 12 meses, incluindo a do sono. A tendência é que as crianças com 51 semanas já tenham uma noite de sono mais duradoura em relação ao seu primeiro mês de vida, mas talvez ainda não estejam dormindo a noite inteira.

De acordo com a pediatra Patrícia Marañon Terrivel, apenas um pequeno percentual das crianças consegue dormir a noite toda, alguns ainda acordam para mamar. Ela afirma ainda que, em momentos de desenvolvimento, eles podem acordar mais vezes.

A especialista indica que a quantidade de sono diária necessária nesta faixa etária está entre 13 e 14 horas de sono. E mesmo aqueles que dormem a noite toda, ainda precisam de dois cochilos ao longo do dia. Sem essas sonecas, a criança fica cheia de adrenalina e cortisol, impedindo que consiga relaxar e dormir durante a noite.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

O banho antes de dormir costuma relaxar o bebê e ajudá-lo a dormir. No entanto, outros podem demonstrar certo descontentamento com a hora do banho. Alguns fatores podem estar associados a isso, como a temperatura da água, assaduras infeccionadas ou até mesmo o humor do bebê.

Se a hora do banho não é confortável para o seu filho, alguns cuidados podem ser tomados para tornar esse momento mais agradável. Certifique-se de que a água esteja em torno de 37ºC e deixe a roupa separada perto da banheira para que o bebê não passe frio ao sair da água.

Observar o humor do bebê durante o banho também é uma boa alternativa. Apresentando um humor mais alterado, opte por dar um banho mais rápido ou até mesmo adiá-lo. Em casos de animação, prolongar o banho e oferecer alguns brinquedos podem deixar o momento ainda mais divertido.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Alguns pais também optam substituir a banheira pelo chuveiro, enquanto tomam banho junto com o bebê. A pediatra indica o banho de chuveiro com os pais, que torna o momento ainda mais íntimo.

"Para que o momento seja marcante, os pais devem segurar o bebê numa posição segura e estável, como o uso de um banco, por exemplo, além de garantir que o jato não esteja forte na região da moleira da criança. É recomendado o uso de tapetes antiderrapantes para evitar quedas", finaliza Marañol.