PUBLICIDADE

Bebê de 1 ano e 4 meses pode fazer natação?

Pediatra dá dicas de atividades que podem ser feitas pela criança para ajudar em seu desenvolvimento

O seu filho já atingiu um ano e quatro meses e tem mostrado a cada vez o progresso em seu desenvolvimento. As brincadeiras em casa continuam sendo uma ótima forma de estimular o bebê e ajudar no seu crescimento.

Para crianças nessa idade, a pediatra Maricelia Cirilo recomenda atividades de empilhamento de blocos, rabiscar folha com giz de cera grosso, pinturas com os dedos, brincar de esconde-esconde pela casa ou embaixo de lençóis ou toalhas.

As brincadeiras que envolvem experiências sensoriais também são recomendadas. Segundo a especialista, oferecer atividades que envolvam areia, gel, algodão, grama e até mesmo poças de lama é muito importante para melhorar o desenvolvimento dos pequenos.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Para aqueles que buscam atividades externas, a natação é recomendada com o foco de adaptação do bebê ao meio líquido. Outra alternativa recomendada para crianças nesta idade, ou até mesmo mais novas, são as aulas de musicalização.

Aulas de dança ou lutas, como balé e judô, devem ser adiadas até os 3 anos da criança, quando ela já apresenta melhor coordenação motora. Enquanto isso, você pode colocar músicas em casa e estimular a criança a dançar desde pequena.

Maricelia Cirilo recomenda que o ingresso na escola seja postergado, exceto em casos de extrema necessidade da família. "Uma das principais razões é que aumentará a exposição do menor a infecções, virais em sua maioria, em uma fase que o seu sistema imunológico não está plenamente desenvolvido. Além de ser mais importante nesta idade o cuidado e convívio com a própria família do menor", explica.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Talvez você tenha notado que durante as consultas médicas seu filho esteja chorando mais. Isso acontece porque nessa idade a criança já tem a memória mais desenvolvida, lembrando com maior facilidade das situações vividas e dos lugares. Dessa forma, pode associar as consultas médicas com os momentos em que tomou vacina, por exemplo, e ficar mais chorosa em ambientes parecidos.