PUBLICIDADE

Bebê de 1 ano e 3 meses: quando ir ao oftalmologista?

Realizar o exame ocular é essencial e recomendado a partir do 6º mês de vida

Com um ano e três meses, apostar em jogos que estimulem a coordenação motora é uma boa maneira de ajudar seu filho a se desenvolver cada vez mais. Outro tipo de brincadeira também recomendado pelo pediatra Talita Rizzini, é aquela desafie a criança a conquistar habilidades e solucionar problemas. Existem alguns sites que dão ideias que podem ser feitas em casa.

De acordo com a pediatra, essa é uma fase que a criança ganha independência a cada dia que passa. No entanto, ao mesmo tempo em que a autonomia deve ser incentivada, os pais e cuidadores devem garantir que o ambiente seja seguro para a sua exploração.

Nessa idade as crianças já convivem entre si, mas a interação entre elas ainda é baixa. Isso acontece porque elas ainda estão em fase de individualização e desenvolvimento da linguagem.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Talita Rizzini indica que brincar junto, com trocas e regras de convivência, só começa a aparecer perto dos 4 anos. Mas isso não significa que você não pode incentivar seu filho a brincar com outras crianças, principalmente se tiver um irmão mais velho.

Afinal, não é recomendado que as crianças sejam expostas e nenhum tipo de tela, como tablets, celulares e televisão. Portanto, estimular as brincadeiras e a convivência com outras pessoas é fundamental.

Se você não levou seu filho para realizar um exame ocular, esse também é o momento. Geralmente ele é realizado antes do primeiro ano de vida, entre seis meses e um ano. A visita ao oftalmologista deve acontecer porque, quando o bebê nasce sua visão não está formada e só alcança o desenvolvimento completo aos 6 anos de vida.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Sendo assim, a partir dos seis meses é recomendado que a criança vá até o médico para garantir que sua visão foi desenvolvida por completo, ou, em alguns casos, realizar acompanhamento para evitar possíveis problemas no futuro.

Além do oftalmologista, as visitas ao pediatra devem continuar. O intervalo entre elas deve ser personalizado de acordo com a necessidade de cada bebê. No entanto, após o primeiro ano de vida, elas costumam acontecer a cada três meses.