PUBLICIDADE

Bebê de 1 anos e 8 meses: é normal mexer nos órgãos genitais?

Saiba quais são os cuidados necessários caso seu filho esteja fazendo isso

Com 1 ano e 8 meses, o bebê já está mais ativo, sendo capaz de correr e subir degraus. No entanto, de acordo com a pediatra do Hospital Santa Catarina, Glaúcia Finoti, ele ainda não tem muito equilíbrio e nem percepção de perigo.

Diante deste cenário é muito importante a criança estar sempre acompanhada de um adulto responsável durante suas atividades. "Recomenda-se que as casas com escadas sempre tenham corrimões, que os vãos sejam protegidos com redes de proteção e, quando possível, que portões de segurança sejam colocados nas duas extremidades da escada, garantindo prejuízos menores em caso de quedas", explica a especialista.

Nessa idade as brincadeiras com bolas são muito bem vindas, pois seu filho já é capaz de segurar a bola com as duas mãos, além de arriscar alguns arremessos e chutes. Invista em bolas coloridas ou de cores chamativas, para despertarem o interesse das crianças.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Caso tenha outros filhos, a pediatra aponta ser muito importante respeitar a individualidade de cada um deles. "Lembrando que o mais velho perdeu seu espaço de filho único com a chegada do irmão mais novo, sendo naturais disputas por espaço e atenção", aponta.

Para que haja harmonia, o ideal, para irmãos de idade próximas, é que sejam promovidas atividades em grupos entre eles. Brincadeiras com massinhas comestíveis, pinturas, bolas, bonecas, casinhas são ótimas opções para promover a interação entre ambos.

Já no caso de irmãos com diferença de idade muito grandes, o ideal será integrar o irmão mais velho nos cuidados com o menor, sempre sob supervisão de um adulto responsável, como por exemplo: troca de fraldas, alimentação, brincadeirinhas com o menor, não esquecendo nunca de respeitar os momentos de individualidade de cada um deles.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Nessa idade seu filho começa a perceber o próprio corpo, portanto não estranhe se encontrá-lo mexendo em seus órgãos genitais. Glaúcia Finoti afirma que isso é completamente normal e que que acontece pelo fato da criança estar passando da fase oral, quando pega objetos e alimentos levando à boca, para a fase genital, preparando para perceber quando urina e evacua.

No entanto, o único cuidado é para que ele não se machuque na região. Por isso, é importante que mantenha as mãos limpas e unhas cortadas para não transferir bactérias de um lado para o outro.

Em relação ao senso de certo e errado, a pediatra aponta que a melhor maneira de ensinar a criança em qualquer fase do seu desenvolvimento é dando exemplos, mostrando a ela os riscos e benefícios de cada uma de suas atitudes, não sendo necessária a repreensão física para que isso seja estabelecido.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)