PUBLICIDADE

Adolescentes que fazem atividades além da escola são mais felizes, diz estudo

Estudo canadense afirma que grande tempo de exposição às telas pode causar sentimento de infelicidade entre adolescentes

Menos tempo em frente à telas e mais atividades além das escolares ajudam a garantir uma melhor saúde mental para adolescentes, especialmente durante os tempos da pandemia de coronavírus.

É o que diz um estudo da Universidade da Colúmbia Britânica, no Canadá, publicado pela revista médica Preventive Medicine. A pesquisa associou níveis mais elevados de satisfação com a vida e otimismo, enquanto os níveis mais baixos foram associados à ansiedade e depressão.

"Embora o estudo tenha sido conduzido antes da pandemia do COVID-19, as descobertas são especialmente relevantes agora, pois os adolescentes podem passar mais tempo em frente às telas em seu tempo livre sem o acesso a atividades extracurriculares, como esportes", disse Eva Oberle, professora assistente da Escola de População e Saúde Pública da Universidade da Colúmbia Britânica, em entrevista à CNN US.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Maior tempo de exposição às telas

O estudo utilizou dados de mais de 28 mil estudantes entre os anos de 2014 e 2018.

Os entrevistados responderam a perguntas sobre o tempo que passavam assistindo televisão, jogando videogame ou usando computador após o horário escolar. Além disso, os estudantes também relataram quantas vezes e por quanto tempo haviam participado de atividades extracurriculares.

Então, para relacionar os dados acima com saúde mental, os pesquisadores pediram que os entrevistados indicassem como eles se sentiam ao iniciar o dia. Por exemplo, sentiam confiança e bem-estar ao acordar ou sentiam desmotivação e tristeza pela manhã.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Resultados do estudo

Os resultados obtidos pelo estudo foram categóricos: estudantes que não realizam atividades extracurriculares tendem a passar mais tempo em frente às telas. Consequentemente, esses mesmos adolescentes apresentam maiores níveis de ansiedade e sintomas depressivos.

Portanto, quanto maior é o tempo de exposição às telas de computadores, celulares e televisões, maior é o sentimento de infelicidade e, consequentemente, maiores são as chances do desenvolvimento de doenças relacionadas à saúde mental ainda na adolescência.

"Nossas descobertas destacam as atividades extracurriculares como um recurso muitíssimo importante para os adolescentes. Encontrar maneiras seguras para continuarem participando de atividades extracurriculares durante os tempos atuais pode ser uma forma bastante efetiva de reduzir o tempo de tela e promover saúde mental e bem-estar?, acrescentou Eva Oberle.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)