PUBLICIDADE

Comer em frente à TV afeta linguagem das crianças

De acordo com a pesquisa, os resultados foram maiores em crianças que sempre foram expostas à televisão

Ter menos tempo de televisão na hora das refeições pode ser melhor para o desenvolvimento da linguagem das crianças. Essa é a conclusão de pesquisadores do Inserm do Centro de Pesquisas em Epidemiologia e Estatística - Universidade de Paris (CRESS), na França.

O estudo, publicado no Scientific Reports, mostrou que crianças que assistem televisão durante uma refeição em família têm níveis de linguagem mais baixos em média, levando-as a pensar mais no uso da tela do que o usual.

Embora muitos pesquisadores tenham identificado ligações entre o tempo de tela e o desenvolvimento cognitivo em crianças, poucos examinaram o contexto em que as telas são usadas.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Para os cientistas, esse fenômeno pode ser explicado por um efeito vindo do receptor da criança: "A estimulação auditiva e visual pode aumentar as distrações das crianças e dos pais em seu ambiente familiar, aumentando as dificuldades para a criança extrair da paisagem de fundo as distinções fonológicas e características sintáticas da linguagem", resumem os pesquisadores.

No entanto, de acordo com os autores, esse atraso não parece irremediável e pode não persistir, já que o QI e o nível de linguagem mudam com o tempo. Os cientistas agora estão trabalhando "no monitoramento de crianças para ver se isso pode afetar outros aspectos da saúde".

A linguagem na infância

Nas últimas décadas, as telas tornaram-se parte essencial da vida. Mesmo crianças pré-escolares passam uma quantidade considerável de tempo na frente delas. Entre três a seis anos de idade, as crianças passam em média duas horas por dia em frente às telas.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

"Sabemos que uma grande quantidade de tempo em frente às telas pode estar associada a um pior desempenho na linguagem", explica Jonathan Bernard, principal autor do estudo e pesquisador do Instituto Nacional Francês de Saúde e Pesquisa Médica.

Um dos pesquisadores do estudo esclarece que a linguagem da criança não parecia diretamente ligada ao tempo em que elas passam diante das telas, mas sim mais referente ao tempo gasto em frente à televisão - especificamente durante as refeições -, que está associado a piores resultados de linguagem.

Para medir o tempo e o contexto de uso de tela, os pesquisadores se basearam em questionários preenchidos pelos pais das crianças, que foram acompanhadas aos dois, três e cinco anos e meio, observando-se quantas vezes a televisão estava ligada durante as refeições. Para o tempo de tela das crianças, foi levado em consideração apenas o tempo passado em frente à televisão, ao computador e jogando videogame.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

A pesquisa também considerou outras variáveis, incluindo as características socioeconômicas da família.

Um outro estudo, este publicado nos EUA, chegou a apontar que muito tempo em frente à tela pode gerar menos curiosidade e estabilidade emocional em crianças e adolescentes, especialmente.

Reduzindo o tempo em frente à tela

A recomendação de muitos especialistas é que, até os três anos de idade, a criança seja exposta minimamente às telas, como televisão, celulares, tablets e videogames.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Também se sabe que a exposição exagerada às telas pode levar a problemas hormonais, como a alteração da liberação do hormônio cortisol - uma resposta semelhante ao estresse.

Dessa forma, é indicado que os pais procurem limitar a exposição das crianças, podendo considerar até retirar a televisão do quarto a fim de que reduzir as horas de tela.

Em tempos de pandemia e aulas virtuais, também é importante que os pais ajudem as crianças e adolescentes a realizarem pausas durante o uso dos dispositivos eletrônicos.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Saiba mais

Em crianças, muito tempo em frente à tela pode gerar menos curiosidade e estabilidade emocional

Crianças passam mais tempo em casa e em frente à tela

Miopia infantil: impactos da pandemia e como prevenir

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)