PUBLICIDADE

Medalhista, Rayssa Leal inspira jovens a praticarem esportes

Com prata no skate, a garota de 13 anos se tornou a atleta brasileira mais jovem a subir no pódio em Olimpíadas

Descubra o poder de um sorriso.
Participe da newsletter

Preencha os campos* abaixo.
X

*Ao concluir, você concorda com a nossa Política de Privacidade e aceita receber novidades do Minha Vida e seus parceiros.

Cadastro efetuado com sucesso!

Foto: Patrick Smith/Getty Images
Foto: Patrick Smith/Getty Images

Rayssa Leal, também conhecida como "Fadinha", virou notícia na madrugada desta segunda-feira (26) ao fazer história nas Olimpíadas de Tóquio. Com apenas 13 anos, a maranhense levou medalha de prata na competição de skate street feminino, tornando-se a atleta mais jovem do Brasil a subir em um pódio olímpico.

Em entrevista ao site Globo Esporte, Rayssa contou que realizou o sonho de participar de uma Olimpíada e não escondeu a alegria de ganhar uma medalha - sentimento que ficou estampado no rosto da garota em toda a competição quando, mesmo demonstrando segurança nas manobras, parecia estar brincando na pista.

"Eu estou muito feliz, porque pude representar todas as meninas do skate e do Brasil", disse após a conquista, lembrando também das colegas Pamela Rosa e Letícia Bufoni, outras duas brasileiras que estavam na competição e não conseguiram se classificar para a fase final.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Foto: Patrick Smith/Getty Images
Foto: Patrick Smith/Getty Images

Além da vitória inédita, que causou comoção nas redes sociais Brasil afora, Rayssa ainda conquistou outra marca notável: ela é, atualmente, a mais jovem brasileira a participar de uma edição dos jogos olímpicos. Até então, a nadadora Talita Rodrigues era dona desse título ao comparecer nos Jogos de Londres, em 1948, com quase 14 anos - sendo alguns dias mais velha que Fadinha.

Com tantos feitos na bagagem, não é de se estranhar que Rayssa tenha virado inspiração para tantos brasileiros - especialmente crianças e adolescentes, que acompanharam a disputa e vibraram com a conquista. Provando que não existe distinção de idade ou gênero no skate, Fadinha também reforçou a importância da prática de esportes desde cedo.

Benefícios dos esportes para crianças

Muito mais do que diversão, os esportes proporcionam diversos benefícios para crianças e adolescentes de todas as idades. Além de promover a saúde desde cedo, combatendo o sedentarismo, a prática esportiva na infância pode estimular a sociabilização e até repercutir positivamente nos estudos.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Uma pesquisa da Universidade de Dundee, na Escócia, publicada no British Journal of Sports Medicine, sugeriu que a prática regular de atividade física moderada não só ajuda a prevenir problemas de saúde em crianças, como diabetes tipo 2 e obesidade, como também as ajuda a ter um melhor desempenho na escola.

Os esportes ainda exercem uma função importante no crescimento físico, desenvolvimento social e intelectual e na coordenação motora das crianças, segundo o pediatra Sylvio Renan. Em artigo publicado previamente no portal Minha Vida, o especialista reforçou que os exercícios devem ser estimulados de acordo com cada fase da criança.