PUBLICIDADE

PUCPR elabora produto para ajudar mães com "leite empedrado"

A ordenhadeira massageadora busca proporcionar alívio e conforto às mulheres com problemas na lactação.

A amamentação, embora seja um período considerado mágico para muitas mães, também é um momento em que elas podem encarar algumas dificuldades. Uma delas é o ingurgitamento mamário, popularmente conhecido como leite empedrado.

Caracterizada pelo acúmulo de leite nas mamas, a condição pode ocorrer em qualquer fase da amamentação, mas acontece com mais frequência poucos dias após o nascimento do bebê. Devido ao aumento do volume das mamas, a condição pode causar dor e desconforto à lactante.

Com o objetivo de ajudar profissionais da saúde que atuam no tratamento do ingurgitamento mamário e proporcionar conforto e alívio às mulheres com problemas na lactação, foi criada a "Ordenhadeira Massageadora para o Manejo Clínico do Ingurgitamento Mamário na Lactação".

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

O produto foi desenvolvido por pesquisadores da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) e patenteado em outubro de 2021 pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI).

Imagem: Divulgação
Imagem: Divulgação

"O ingurgitamento mamário é relativamente comum, mas pode evoluir para uma condição mais grave se não for tratado corretamente, além de ser bastante dolorido em muitos casos. Com a ordenhadeira, queremos auxiliar as lactantes nesse momento tão especial que é a amamentação, além de facilitar a atuação dos profissionais que trabalham junto às pacientes", explica Percy Nohama, professor da Escola Politécnica da PUCPR.

O produto pode ser usado separadamente, como sutiã, massageador ou ordenhadeira, de modo simultâneo e integrado. Outros benefícios da invenção:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Tratamento de ingurgitamento mamário

O tratamento do "leite empedrado" deve ser baseado na manutenção da amamentação, reforçando a prática de mamadas frequentes e sob livre demanda - ou seja, amamentando cada vez que a criança tiver fome, além de esvaziar os seios completamente a cada duas horas.

Nesse contexto, também é importante garantir que o bebê mame em ambos os seios a cada mamada. Banhos quentes podem ajudar o leite a descer, além de outras técnicas para aliviar o ingurgitamento mamário. São elas:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Por fim, a lactante não deve se automedicar sem orientação médica. O especialista poderá orientá-la caso haja necessidade de algum analgésico para aliviar a dor.