PUBLICIDADE

Ginástica natural mistura jiu-jitsu, ioga e movimento dos bichos

Reino animal inspira série de atividades que garante saúde e boa forma

A natureza é sábia e, por isso, uma constante fonte de inspiração. Basta observar os animais para ver que eles não sofrem por excesso de trabalho, não desenvolvem distúrbios por fazer mais esforço do que é preciso, ou por cobiçar um corpo mais lindo. Inspirada na dinâmica corporal dos bichos, aliada a movimentos de jiu jitsu e ioga, é que surgiu a ginástica natural, uma nova modalidade de exercício físico. Ela sugere posições e simulações diretamente do reino animal.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

A prática ainda não é tão fácil de encontrar nas academias quanto suas duas linhas de origem, mas promete descontrair e definir em dose dupla. Para a fisioterapeuta Maria Cristina Schneider, a ginástica natural é uma resposta a demandas sociais.

Ginástica natural mistura jiu jitsu, ioga e movimento dos bichos - Foto: Getty Images
Ginástica natural mistura jiu jitsu, ioga e movimento dos bichos - Foto: Getty Images

Assim como o pilates, as dezenas de modalidades de ioga, entre outros, que propuseram um novo ritmo para os exercícios físicos, a atividade é uma ótima opção para quem quer diminuir a velocidade sem abrir mão da intensidade. "O corpo humano não funciona de forma isolada. Assim, na ginástica natural, posição, respiração e pensamento se comportam em uma mesma intenção", afirma.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Diferentemente do kung-fu, que também tem os animais em seus movimentos, uma aula de ginástica natural não consiste em imitação simplesmente. As sequências são elaboradas de forma a utilizar o reino animal como inspiração. Busca-se na minhoca a flexibilidade que precisa ser fazer presente no movimento de braço, assim como no sapo o das pernas. O jiu-jitsu está presente nos movimento de solo e na força muscular, a ioga na respiração e na concentração.

Para começar a praticar não é preciso estar familiarizado nem com a ioga ou com o jiu-jitsu, nem mesmo com o reino animal. O mais importante é desprendimento para se divertir como movimentos que remetem à infância. O único cuidado necessário é com problemas de coluna ou lesões.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Álvaro Romano é o grande idealizador e divulgador da prática no Brasil. Segundo ele, a movimentação é constante e um aspecto importante é ter no corpo o próprio peso a ser suportado. Por este motivo, ela é especialmente utilizada em treino para lutadores. Pela própria intensidade da prática, é altamente recomendada para quem quer perder peso ou entrar em forma, já que uma hora de aula gasta cerca de 600 calorias.

Ginástica natural mistura jiu jitsu, ioga e movimento dos bichos - Foto: Getty Images
Ginástica natural mistura jiu jitsu, ioga e movimento dos bichos - Foto: Getty Images

Ginástica natural mistura jiu jitsu, ioga e movimento dos bichos