PUBLICIDADE

Pilates e escoliose: 5 exercícios que vão te ajudar

O pilates é um aliado na melhora da postura e na recuperação dos movimentos e pode auxiliar quem tem problemas e dores na coluna

Descubra o poder de um sorriso.
Participe da newsletter

Preencha os campos* abaixo.
X

*Ao concluir, você concorda com a nossa Política de Privacidade e aceita receber novidades do Minha Vida e seus parceiros.

Cadastro efetuado com sucesso!

A escoliose é uma curvatura anormal da coluna vertebral que pode ser um desvio lateral em C ou em S combinada com a rotação das vértebras. Geralmente ela acontece na fase do estirão saindo da infância e entrando na adolescência, acometendo mais as mulheres. Segundo estudos, essa condição está presente em 3% da população.

A fase inicial da escoliose pode ser assintomática (sem sintomas) e, com a evolução do quadro, o paciente começa a sentir dor, desconforto e restrição de alguns movimentos.

Mas, cuidado para não confundir a escoliose com a má postura causada por vícios posturais. Tais vícios surgem por outros fatores, enquanto a escoliose tem causa desconhecida e costuma ser atribuída a fatores genéticos. Por isso, a intervenção profissional é importante em todas as fases para que o tratamento mais adequado seja definido.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Tratamentos para escoliose

Entre os tratamentos mais indicados - que sempre devem ser realizados junto com um fisioterapeuta especialista ou médico ortopedista - o pilates costuma ser, em diversos casos, um aliado importante na melhora da postura e recuperação do movimento. Ele é responsável por diminuir os incômodos da escoliose, melhorando a postura e a flexibilidade, além de trazer mais força muscular para o praticante.

Um dos principais benefícios do pilates para a coluna é que a prática ajuda a evitar com que a musculatura vertebral fique ainda mais deformada, atrapalhando a mobilidade para executar tarefas rotineiras. Ou seja, a atividade ajuda na estabilização da doença garantindo qualidade de vida.

Exercícios de pilates para quem tem escoliose

Ana Luisa Marçal lista alguns exercícios de pilates que podem ser feitos em casa. Mas, a especialista reforça que antes de iniciar qualquer atividade, o ideal é ter o diagnóstico e o acompanhamento profissional adequado, já que qualquer movimento equivocado pode prejudicar ainda mais a sua coluna.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

1. Respiração

Sentado com as costas eretas e os joelhos dobrados (indiozinho) vire a cabeça para o lado direito como se fosse encostar a orelha no ombro. Coloque a mão direita na barriga e a outra, na nuca. Feito isso, respire devagar e sinta o abdômen. Faça o movimento dos dois lados.

2. Aviãozinho

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Em pé, flexione o tronco para frente com os braços abertos na direção dos ombros (como um avião) e eleve uma perna para trás. Fique nessa posição por 30 segundos e depois inverta a ordem dos membros.

3. Perdigueiro

Em uma superfície lisa, fique na posição quatro apoios. Estique um dos braços para frente ao mesmo tempo em que faz o mesmo com a perna do lado oposto (ficando em dois apoios). Mantenha-se nessa posição durante 20 segundos e repita o movimento com o outro lado.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

4. Prancha lateral

Deite de lado de maneira que o cotovelo esteja paralelo ao ombro. Com os braços relaxados acima do quadril vá elevando o quadril aos poucos e fique na posição por 10 segundos. Depois repita o processo do outro lado.

5. Rã deitada

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Deite de barriga para cima, junte a sola dos pés e mantenha os braços esticados ao longo do corpo (como uma rã). Em seguida, estique as pernas, o máximo que conseguir, sem descolar a sola dos pés. Fique nesta posição por 30 segundos.