Saúde
Saúde

  • Saúde geral
  • Exames
  • Contracepção
  • Emagrecer
  • Imunidade
  • Plantas medicinais
  • Sono
  • Vacinas

  • doenças
  • Condições & Sintomas
  • Medicamentos & Tratamentos
Alimentação
Alimentação

  • Alimentação geral
  • Bebidas
  • Nutrientes
  • Plano alimentar
  • Suplemento

  • receitas
  • ingredientes
Beleza
Beleza

  • Beleza geral
  • Cabelo
  • Corpo
  • Maquiagem
  • Pele
  • Procedimento
  • Rosto
  • Unhas
Fitness
Fitness

  • Fitness geral
  • Esporte
  • Exercício
Família
Família

  • Família geral
  • Bebês
  • Gravidez
  • Amamentação
  • Crianças
  • Alimentação infantil
  • Fertilidade
  • Maternidade
Bem-Estar
Bem-Estar

  • Bem-estar geral
  • Comportamento
  • Cuidados com a casa
  • Relacionamento
  • Sexo
  • Vícios

Canais especiais
Canais especiais

  • Sinais Raros
  • Especial Queda e Afinamento Capilar
  • Especial Coronavírus
  • Especial Doação de Sangue
  • Especialistas
  • Quem somos
  • Políticas
  • Trabalhe conosco
  • Anuncie aqui
  • Fale conosco
  • Termos de Uso
  • Aviso Legal
  • Uso de Dados
  • Resposta do especialista

    Quais são os graus de hemorroida e como cada um é tratado?

    Especialista consultado Dra. Luciana Barros Clínica Médica CRM 150500/SP

    Respondido em 22 de março de 2015

    As hemorróidas originam-se pelo inchaço das veias do reto inferior ou do ânus. Podem causar sintomas como dor durante ou após a evacuação, sangramentos, coceira anal e, às vezes, podem ser palpáveis. São classificadas em graus: I. Sem prolapso, ou seja, não se exteriorizam II. Há exteriorização, mas há o retorno espontâneo da hemorróida III. Há exteriorização e é necessário o auxílio manual para retorno ao normal IV. Há exteriorização e a hemorróida não retorna ao normal nem com auxílio manual As cirurgias geralmente são indicadas para os graus III (quando for complicado) e IV. Para os graus II e III (sem complicações) existem procedimentos como ligadura elástica, escleroterapia ou eletrocoagulação. O grau I geralmente é tratado com mudanças na dieta, como ingestão de líquidos e fibras diariamente. No entanto, o tipo de tratamento indicado sempre depende da avaliação do quadro pelo proctologista. De forma geral, devem ser adotadas algumas medidas como: - evitar papel higiênico e realizar a lavagem da região, secando com toalha macia. - ingerir muitas fibras e água - fazer caminhadas sempre que possível - banhos de assento com água morna podem ajudar a diminuir o desconforto.

    Respostas relacionadas ao mesmo tema
    Paloma perguntou

    Queria orientação sobre um anticoncepcional que não engorde, evite espinha, não provoque trombose?

    Para quem já tem problemas circulatórios, uso de hormônio não é aconselhado. Mas o anticoncepcional não é um vilão. O hormônio deve ser utilizado com orientação de um ginecologista e a mulher, que precisa fazer uso, deve tomar a dosagem de acordo com...

    [ Continuar lendo ]
    1 Pessoa perguntou

    Posso combinar o suco da aloe vera (babosa) em jejum ja que uso lazomprazol de 30mg todos os dias tambem em jejum??

    Use em tempos diferentes porque é melhoe.Mesmo produtos chamados naturais podem interferir com medicamentos.

    1 Pessoa perguntou

    Venho fazendo uso do suco da babosa para tratamento do refluxo, mais algumas semanas venho tendo dores de cabeça! Pode ser a Babosa?

    É difícil afirmar que a Babosa cause as dores de cabeça, mas recomendo que suspenda a ingestão do suco e verifique se melhora a dor.

    Publicidade

    Veja também

    Publicidade
    Publicidade

    Matérias relacionadas

    Mulher dormindo - Foto: Shutterstock

    Melatonina: quem pode tomar o “hormônio do sono”?

    Foto aproximada de corpo de criança com lesões na pele causadas pela varíola dos macacos

    Varíola dos macacos: OMS detecta 131 casos em 19 países

    Foto aproximada de homem soltando fumaça gerada por um cigarro eletrônico

    Alto nível de toxinas é encontrado em cigarros eletrônicos

    Enfermeira aplicando vacina na perna de bebê

    Nova vacina contra meningite mostra alta proteção em bebês

    Mulher de máscara em estação de metrô.

    COVID: 5 sinais de que você pode ter tido a doença sem saber

    Cirurgia plástica no SUS

    Cirurgias plásticas pelo SUS: quais são e como conseguir?

    Mais conteúdos