Saúde
Saúde

  • Saúde geral
  • Exames
  • Contracepção
  • Emagrecer
  • Imunidade
  • Plantas medicinais
  • Sono
  • Vacinas

  • doenças
  • Condições & Sintomas
  • Medicamentos & Tratamentos
Alimentação
Alimentação

  • Alimentação geral
  • Bebidas
  • Nutrientes
  • Plano alimentar
  • Suplemento

  • receitas
  • ingredientes
Beleza
Beleza

  • Beleza geral
  • Cabelo
  • Corpo
  • Maquiagem
  • Pele
  • Procedimento
  • Rosto
  • Unhas
Fitness
Fitness

  • Fitness geral
  • Esporte
  • Exercício
Família
Família

  • Família geral
  • Bebês
  • Gravidez
  • Amamentação
  • Crianças
  • Alimentação infantil
  • Fertilidade
  • Maternidade
Bem-Estar
Bem-Estar

  • Bem-estar geral
  • Comportamento
  • Cuidados com a casa
  • Relacionamento
  • Sexo
  • Vícios

Canais especiais
  • Saúde no Inverno
  • Especial Probióticos
  • Pele e suas condições
  • Especial Hiperpigmentação
  • Agosto Dourado
  • Especial Doação de Sangue
  • Especial Coronavírus
  • Especialistas
  • Quem somos
  • Políticas
  • Trabalhe conosco
  • Anuncie aqui
  • Fale conosco
  • Termos de Uso
  • Aviso Legal
  • Uso de Dados
  • Resposta do especialista

    Como ajudar alguém a parar de fumar?

    Especialista consultado Dra. Ana Beatriz Cintra Psicologia CRP 06/66071/SP

    Psicóloga, Palestrante e autora do livro: Mudando sua História Obesidade Nunca Mais, pela Ed. Scorttecci com Especializa...

    i
    Respondido em 23 de abril de 2014

    Primeiro detectar o grau de vontade em parar de fumar.
    Depois tornar consciente qual real necessidade de fumar. Nem sempre as pessoas fumam por ansiedade. Algumas podem fumar quando se sentem inseguras, tímidas etc.
    Se fumarem por ansiedade tratar a ansiedade. Se usarem o cigarro como ferramenta de autoafirmação, trabalhar mecanismos de enfrentamento e a autoestima.
    Por vezes, fazer uso de medicamento, adesivos ou cigarros elétricos ajudam a pessoa a parara de fumar

    Especialista consultado Dra. Rosa Cristina Cavalcante Psicologia CRP 7298/RJ

    Sou graduada pelo faculdade Celso Lisboa com especialização em Gestal-Terapia desde 1986. Formada em atendimento de casa...

    i
    Respondido em 24 de abril de 2014

    Envolve um tratamento multiprofissional. Acompanhamento médico, psicológico, exercícios físicos, remédios e o mais importante é o desejo da pessoa para que o tratamento evolua . Dentro do processo psicológico poder dar sentido a questão em si, relacionando com a pessoa. Sua responsabilidade , necessidade desse suporte. Desenvolver outros apoios para ir se sentindo mais forte para se apoderar mais da saúde, e de seu bem estar.

    Especialista consultado Dr. Luiz Carlos Aragao Psicologia CRP 102077/SP

    Sou Graduado em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás desde 2007, Pós-Graduação em Gestão de Recurso...

    i
    Respondido em 11 de abril de 2015

    Olá !!! O primeiro passo que penso ser o seu caso é o desejo de parar de fumar, mas sozinho torna-se ainda mais difícil, por isso, deve procurar ajuda profissional. O Ministério da Saúde tem cada vez mais investido em programas de tabagismo, você precisa procura uma Unidade de Saúde mais próxima de sua casa para se informar se tem grupo de tabagismo, ou também instituição particular. O tratamento em grupo aumenta a chance de sucesso. É formado por equipe multiprofissional, médico, psicólogo, enfermeiro e outros. São 12 encontros, além de informações sobre os danos do cigarro, no grupo é trabalhado o significado do cigarro na vida de cada pessoa, as dificuldades em parar de fumar, o autoconhecimento e as motivações para parar de fumar. Também é usado medicamentos como adesivo e goma de nicotina e o bupropriona que ajuda na diminuição da ansiedade. É fundamental ressaltar que sucesso em parar de fumar vai depender muito da paciência e perseverança do fumante, sobretudo nas primeiras semanas após parar de fumar, as mais difíceis. Lembre-se, que você não fuma por acaso, o cigarro tem um significado em sua vida, por isso, ao tirá-lo, precisa substitui-lo por algo que além de te dar prazer, possa te proporcionar uma melhor qualidade de vida. Boa sorte!!!

    Especialista consultado Dra. Dra Mônica P. Mussolino Psicanálise CREFITO 89989-F/SP

    Psicanalista, Especialista em Psicopatologia e Saúde Pública, Mestre em Psiquiatria e Psicologia Médica.

    Respondido em 23 de outubro de 2017

    Convencer alguém a parar de fumar nem sempre é uma tarefa fácil. É provável que a pessoa já tenha tentado parar sem sucesso no passado. Ela também pode querer parar, mas não tem as ferramentas e o apoio necessários para fazer isso. É aí que você entra. Sua ajuda e apoio continuo vão ajudá-lo a convencê-la a parar de fumar.

    1.Decida como abordar a pessoa. Como esse é um assunto delicado, é sempre uma boa ideia planejar a forma como vai abordá-lo.
    Escolha um lugar para ter a conversa. Uma boa opção é um local familiar e confortável.
    Pense em uma forma de tocar no assunto sem ser muito abrupto. Tente reduzir a surpresa do assunto o máximo que puder.
    Evite ferir os sentimentos da pessoa planejando as possíveis reações dela. Por exemplo, se ela disser "Eu posso tomar minhas próprias decisões", responda "Isso é verdade, mas não estou tentando dizer o que fazer. Eu só estou preocupado porque..."
    Apele para o lado emocional. Dessa forma, a pessoa vai saber que sua motivação está no lugar certo, deixando-a mais propensa a escutar seus conselhos.
    2.Lembre-a dos danos causados pelo cigarro. Fumar é um hábito muito prejudicial, não somente para o fumante, mas também para aqueles ao redor. É muito importante manter essas mensagens positivas. Não repreenda-a ou induza-a ao medo.
    Lembre-a do quando a ama e de que deseja que ela viva por muitos anos. Fumar causa sérios problemas de saúde, incluindo o câncer de pulmão. O fumo também é conhecido por causar osteoporose, acidente vascular cerebral e depressão.
    Se a pessoa valoriza a beleza física, incentive-a a preservar a evitar as rugas e os dentes amarelados causados pelo cigarro.
    3.Incentive a longevidade por meio da conexão humana. Lembre a pessoa dos entes queridos dela (filhos, netos, cônjue, amigos) e como ela é importante para os outros.Mostrar fotos de pessoas jovens pode servir como um motivador diário par que a pessoa não fume. 4. Ofereça apoio. Torne o processo de parar de fumar o mais tranquilo possível para a pessoa em questão.
    Ofereça sua disponibilidade por telefone quando ela estiver com vontade de fumar.
    Deixe-a saber que você vai apoiá-la durante todo o processo.
    Recrute outras pessoas para formar um grupo de apoio, se possível.

    Abraços

    Drª Mônica P. Mussolino
    Psicanalista

    Respostas relacionadas ao mesmo tema
    Paloma perguntou

    Queria orientação sobre um anticoncepcional que não engorde, evite espinha, não provoque trombose?

    Para quem já tem problemas circulatórios, uso de hormônio não é aconselhado. Mas o anticoncepcional não é um vilão. O hormônio deve ser utilizado com orientação de um ginecologista e a mulher, que precisa fazer uso, deve tomar a dosagem de acordo com...

    [ Continuar lendo ]
    1 Pessoa perguntou

    Posso combinar o suco da aloe vera (babosa) em jejum já que uso lazomprazol de 30mg todos os dias também em jejum?

    Use em tempos diferentes porque é melhoe.Mesmo produtos chamados naturais podem interferir com medicamentos.

    1 Pessoa perguntou

    Venho fazendo uso do suco da babosa para tratamento do refluxo, mais algumas semanas venho tendo dores de cabeça! Pode ser a Babosa?

    É difícil afirmar que a Babosa cause as dores de cabeça, mas recomendo que suspenda a ingestão do suco e verifique se melhora a dor.

    Publicidade

    Veja também

    Publicidade
    Publicidade