Prick test: o teste cutâneo de alergia identifica sensibilidade a alérgenos alimentares e inalantes

Entenda como esse teste é feito e como os resultados são analisados

O teste cutâneo de alergia é chamado de Prick Test ou teste de puntura. É um método "in vivo" que consiste em detectar quais alérgenos (são substancias de origem natural, ambiental ou alimentar que podem induzir a uma reação alérgica) que o indivíduo é sensível. Quando a história clínica sugere o envolvimento de um mecanismo imunológico com a participação de um anticorpo chamado IgE (Imunoglobulina E), faz-se a pesquisa da IgE específica a um determinado alérgeno.

Este teste é capaz de detectar sensibilidade a inalantes como, por exemplo: ácaros, gramíneas (pólens), fungos, epitélio de cão, epitélio de gato, penas e baratas. Pode detectar também sensibilidade a alimentos como: leite e frações (alfa-lactoalbumina, beta-lactoglobulina e caseína), gema e clara de ovo, trigo, milho, amendoim, glúten, cacau, camarão, peixe, carne bovina, carne suína e carne de frango.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

O teste pode ser realizado em qualquer idade, desde que haja forte evidencia clínica. Como se necessita da cooperação do paciente para realizá-lo, em crianças menores é mais difícil de fazer.

Para realização do teste é importante que sejam utilizados extratos padronizados e puntores adequados, além de haver profissionais habilitados com material para qualquer emergência. O teste cutâneo de puntura é atributo do especialista alergologista e embora seja muito seguro, pode desencadear reações sistêmicas, que são raras.

Como o teste é feito

O teste é realizado na região volar do antebraço (a parte que não costuma ter pelo), onde é pingada uma gota de controle negativo (em que há ausência de pápula, elevação circunscrita da pele, de consistência sólida com menos de um centímetro de diâmetro e que não desenvolve cicatriz), uma gota de controle positivo (histamina) e uma gota do extrato suspeito. É feita uma pequena puntura na pele no local da gota que representa o extrato suspeito, e aguarda-se 15 minutos para a leitura do diâmetro da elevação da pápula. Essa puntura é realizada em todos os alérgenos suspeitos ao mesmo tempo.

O surgimento da pápula representa uma reação em que há presença do anticorpo IgE específico contra o alérgeno testado. Consideram-se positivos resultados cujo diâmetro da pápula é maior ou igual a três milímetros em relação ao controle negativo. A histamina sempre formará uma pápula maior ou igual a três milímetros. O significado do teste positivo relaciona-se a uma sensibilização e não necessariamente à alergia. Para comprovar a alergia deve haver uma correlação clínica.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

No caso de alimentos a comprovação pode ser obtida com teste de provocação oral. Teste negativo geralmente indica que não há alergia. Pode acontecer do teste se manter positivo e o paciente já ser tolerante a um alimento, por exemplo leite de vaca.

Existe uma variação do teste chamada de "Prick to prick" em que, em vez da utilização de extratos, o alérgeno testado é oferecido na forma ?in natura? (por exemplo, fruta no estado natural). Aplica-se o puntor na fruta ou vegetal fresco e, em seguida, na pele do antebraço do paciente. Este teste é utilizado para detectar sensibilização a frutas e vegetais.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

O Prick test demora em média 30 a 40 minutos para ser realizado, com a utilização de puntores mais modernos o período pode ser mais curto.

As condições que inviabilizam o teste são:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

É um teste de leitura rápida, em que o resultado sai no mesmo dia. A sua utilidade consiste em identificar o fator desencadeante da alergia, podendo-se dessa forma fazer uma orientação ambiental para o paciente, se for um aeroalérgeno (ex: ácaros da poeira). Se for um alimento, faz-se uma proposta de dieta de exclusão. O teste também é importante para formulação de imunoterapia específica para o paciente, caso seja essa a terapêutica escolhida.