PUBLICIDADE

Tratamento caseiro para psoríase: banho de aveia funciona?

Saiba se o banho de aveia pode ajudar a aliviar os sintomas da psoríase e conheça outros tratamentos caseiros para tratar a doença

Lesões na pele com descamação, vermelhidão, ardência e pele seca. Estes são alguns dos sintomas sentidos por quem sofre com a psoríase. Até hoje, não se descobriu uma causa específica para a doença, mas existem fatores que influenciam no quadro, como predisposição genética, fatores ambientais e correlação com o estilo de vida.

A psoríase é uma inflamação crônica da pele, não contagiosa, e que atinge muita gente. No Brasil, são 5 milhões de pessoas com a doença, segundo a ONG Psoríase Brasil. O tratamento, normalmente, é feito com medicação ou pomadas, mas há também alguns ?remédios? caseiros que podem ajudar a aliviar os sintomas que mais incomodam.

Alguns destes tratamentos terapêuticos incluem ingredientes que você pode encontrar em sua própria casa, como a aveia e óleos vegetais. Um banho calmante feito com esse cereal, por exemplo, pode aliviar uma irritação na pele e não tem qualquer contraindicação. Entenda:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Banho de aveia para psoríase

Foto: mady70/Shutterstock
Foto: mady70/Shutterstock

O banho de aveia é um excelente tratamento caseiro para psoríase. Ele pode ser efetivo para aliviar sintomas como vermelhidão e ardência, pois a aveia possui propriedades calmantes e funciona como um método terapêutico, de acordo com a dermatologista Adriana Leite.

Para fazer em casa, você precisa de:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Modo de preparo:

Coloque a aveia na água e esquente a mistura no fogo por um período curto. Depois, espere esfriar, separe a aveia da água, molhe o algodão na solução e passe na pele inflamada.

Além da aveia, que é eficiente para acalmar a pele irritada, existem outros ingredientes caseiros e naturais que também podem ajudar nos quadros de pacientes com psoríase.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Tratamentos caseiros para psoríase

O diagnóstico da psoríase é feito por um dermatologista que vai indicar o melhor tratamento para cada caso. Normalmente, isso pode ser feito com ajuda de pomadas e cremes, medicamentos ou fototerapia.

Entretanto, existem alguns produtos naturais além da aveia que podem trazer alívios aos sintomas da doença, como a vermelhidão, ardência e pele ressecada.

A dermatologista Dra. Kaliandra Cainelli alerta que, apesar de ajudar a atenuar os efeitos da psoríase, estes tratamentos caseiros não têm comprovação científica e devem ser realizados sob consentimento médico, em conjunto com a medicação especificada.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Suco de Goji Berry

A Goji Berry é rica em vitamina C e antioxidantes, que estimulam o sistema imunológico. Assim, o suco dessa frutinha ajuda a combater a doença e ainda possui ação antiinflamatória.

Camomila

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Uma compressa de chá de camomila na área afetada pela psoríase pode proporcionar efeito calmante e ainda alivia a coceira e o ardor. A camomila possui ação antiinflamatória e antioxidante, e atua sobre infecções na pele, cólicas, inchaço e outros problemas.

Vinagre de maçã

Assim como a camomila, o vinagre de maçã possui efeito calmante. Portanto, ele pode ser aplicado delicadamente na região afetada pela psoríase através de compressas ou algodão umedecido.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Alimentos ricos em betacaroteno e ômega 3

Alimentos ricos em betacaroteno, como tomate e cenoura, e ômega 3, como peixes, possuem ação antioxidante. Por isso, podem ajudar os portadores de psoríase. Os antioxidantes combatem os radicais livres que participam no processo de inflamação e, assim, ajudam a controlar a doença junto com a medicação prescrita.

Babosa

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Com efeito calmante e hidratante, a babosa (aloe vera) ajuda a aliviar a coceira, ardor e vermelhidão das lesões da psoríase. Entretanto, deve-se ter cuidado ao aplicar o extrato diretamente na pele, pelo risco de toxicidade e dermatite de contato. A melhor forma é utilizar o produto manipulado por alguma farmácia e prescrito pelo dermatologista.

Óleo vegetais

Estes óleos possuem capacidade de reter água na pele, o que ajuda no tratamento contra a psoríase. Afinal, uma pele bem hidratada descama, coça e arde menos. Além disso, também ajuda na melhor penetração das pomadas tópicas para tratar a doença. Os óleos podem ser usados na finalização do banho, aumentando a emoliência da pele.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Os óleos vegetais recomendados pelas dermatologistas são:

O que é psoríase?

Foto: IIIRusya/Shutterstock
Foto: IIIRusya/Shutterstock

A psoríase é uma doença crônica autoimune e não contagiosa, que costuma afetar regiões como mãos, couro cabeludo, cotovelos, joelhos, pés, unhas e até a região genital. A gravidade é variável e existem alguns tipos.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

A psoríase vai e vem, mas existem alguns fatores que desencadeiam o surgimento das lesões, como estresse, infecções na pele e garganta, lesões na pele, variações climáticas, fumo, consumo excessivo de álcool, alguns medicamentos, entre outras causas.

Cuidados essenciais para a psoríase

Além do tratamento prescrito pelo dermatologista, há alguns cuidados que o portador da doença precisa ter. A dermatologista Adriana Leite segue a linha da medicina integrativa, que cuida de vários aspectos do indivíduo. "Já que a psoríase é uma doença multifatorial, ou seja, que é causada por fatores genéticos e ambientais, seu tratamento também deve ser", afirma a especialista.

Dessa forma, os cuidados complementares no tratamento e controle da psoríase são:

Cuidar da saúde mental

"A maioria das pessoas que têm doenças cutâneas possuem a pele como espelho. Aquilo que ela sente se manifesta na pele", diz Adriana. O estresse, angústias e ansiedade são fatores que incitam o aparecimento das lesões. Por isso, a dica da dermatologista é valorizar o aspecto psicológico da doença e cuidar da saúde mental.

Evitar mexer nas lesões

A descamação e vermelhidão da psoríase causam desconforto e as pessoas tentam esconder isso. Ao tirar as casquinhas das lesões, elas sangram, ferem e existe um risco de infecção secundária no processo. Por isso, essa manipulação deve ser evitada.

Banhos mornos e sabonete neutro

O cuidado com a temperatura da água do banho é importante, por isso evite duchas quentes. Os banhos precisam ser rápidos e mornos, e os cuidados também se estendem ao uso do sabonete, que deve ser preferencialmente do tipo neutro.

Hidratação

Como já ressaltado, os óleos vegetais são grandes aliados para manter a hidratação e proteção da pele. Porém, evite os produtos com perfumes e cor, pois podem desencadear alergias. Outros ingredientes citados pela médica Adriana Leite foram calêndula e aloe vera, que possuem propriedades calmantes.

Exposição ao sol

Segundo a dermatologista Kaliandra Cainelli, só existe um remédio caseiro para psoríase comprovado cientificamente: a exposição ao Sol. Isso pode ser feito antes das 10h da manhã ou depois das 16h da tarde. Os banhos de sol devem ser curtos, de cerca de 10 a 15 minutos, e têm ação antiinflamatória, inibindo a renovação das células da pele que está alterada na psoríase.

Como cuidar da psoríase?

Oito cuidados para evitar crises de psoríase

Aprenda a cuidar da psoríase no couro cabeludo

Psoríase: tratamentos envolvem uso de pomadas e terapia fotodinâmica