Coronavírus sem pânico: evite a ansiedade durante a pandemia

Com o avanço da crise causada pelo novo coronavírus no mundo, é importante estar bem informado e cuidar da saúde mental para não se estressar

Foi em março de 2020 que a Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou como pandemia a COVID-19, doença causada pelo novo coronavírus. Em apenas alguns meses, a doença se espalhou pelo mundo de forma exponencial.

Hoje, só no Brasil, mais de 7 milhões de pessoas já testaram positivo para o vírus, que provocou mais de 180 mil mortes no país. Tais fatores criaram um clima de apreensão, aumentando os casos de estresse na população.

Foto: woocat/Shutterstock
Foto: woocat/Shutterstock

Por isso, o Departamento de Saúde Mental da OMS organizou uma lista com dicas para lidar com a situação e diminuir a ansiedade diante do cenário de COVID-19. Confira abaixo as orientação para evitar que a crise do novo coronavírus cause impactos em sua saúde mental:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Coronavírus não tem etnia

O coronavírus pode infectar qualquer pessoa de qualquer país. Por isso, não associe a doença à etnia ou cor dos pacientes. Tenha empatia e seja solidário com aqueles que foram afetados, uma vez que ninguém tem culpa de ter contraído o vírus.

Utilize a linguagem correta

Sem saber, muitas pessoas utilizam uma linguagem inadequada para se referir aos pacientes infectados com o novo coronavírus. Evite expressões como "casos de COVID-19", "vítimas" ou "doentes", afinal, quando recuperadas, estas pessoas continuarão suas vidas normalmente. Os termos mais indicados são "pessoas que têm COVID-19", "pessoas em tratamento de COVID-19" ou "pessoas se recuperando de COVID-19".

Evite ler ou ver notícias que causem estresse

Caso sinta ansiedade ou estresse ao ver notícias sobre o coronavírus, evite assistir, ler ou ouvir notícias relacionadas ao tema. Procure informações apenas para se proteger ou para se atualizar de tempos em tempos. Ver notícias todos os dias ou a todo momento pode provocar maiores preocupações. Foque também nos fatos provenientes de sites oficiais e jornais com credibilidade a fim de fugir de fake news.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Proteja-se e ajude o próximo

Oferecer ajuda ao próximo quando ele precisar pode beneficiar tanto o outro quanto a si próprio. Além disso, não deixe de se proteger e oferecer informações quanto à prevenção aos seus amigos e familiares.

Compartilhe fatos positivos

Procure amplificar vozes, imagens e histórias positivas. Compartilhe a experiência de pessoas que se recuperaram do novo coronavírus (COVID-19) ou de quem ajudou uma pessoa próxima a se recuperar.

Reconheça o trabalho dos profissionais de saúde

Honre e homenageie o trabalho dos profissionais de saúde que estão dispostos a cuidar dos pacientes afetados pelo novo coronavírus. Reconheça o papel deles na saúde da comunidade e como estão salvando vidas.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Ofereça apoio emocional

Durante períodos de crise ou quarentena, idosos, principalmente aqueles com idade mais avançada ou com demência, podem ficar mais agitados, ansiosos, bravos ou estressados. Por isso, é importante oferecer apoio emocional através de familiares ou profissionais.

Converse e mantenha contato com as crianças

Se a criança tem dúvidas sobre o novo coronavírus, esclarecê-las pode aliviar a ansiedade e manter uma comunicação honesta. Em tempos de crise, crianças observam o comportamento e emoções dos pais para entender como lidar com seus próprios sentimentos.

Informe-se sobre o novo coronavírus

15 maneiras de se proteger contra o coronavírus

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Novo coronavírus: 12 mitos sobre a doença que podem confundir

App gratuito avalia se você pode estar com novo coronavírus