Quanto tempo o novo coronavírus sobrevive em superfícies?

O vírus SARS-CoV-2 pode sobreviver até um mês em alguns objetos; veja como se proteger

Quanto tempo o novo coronavírus (SARS-CoV-2) sobrevive em superfícies? Essa questão se mostrou importante para entender quais ambientes e objetos representam maior perigo para quem quer se proteger da doença.

Com o intuito de melhor entender e combater a COVID-19, a ciência volta seus olhos para a taxa de decaimento do vírus em diferentes tipos de materiais. Confira o resultado de pesquisas preliminares sobre o assunto:

Quanto tempo sobrevive o coronavírus?

De acordo com o Ministério da Saúde, ainda não está definido quanto tempo o coronavírus (SARS-CoV-2) sobrevive em superfícies.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Para determinar essa informação, estudos estão sendo elaborados desde a identificação do vírus.

Um deles, realizado por pesquisadores australianos, mostrou que o coronavírus pode sobreviver em uma superfície por até 28 dias.

Temperatura

Entretanto, para que a sobrevivência do SARS-CoV-2 por quase um mês seja possível, são necessárias determinadas condições de temperaturas e luz, indica o estudo publicado no periódico científico

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

O que se observou, por exemplo, é que, sob a temperatura de 20ºC, a longevidade do coronavírus atinge os 28 dias; por outro lado, se o calor sobe para 30º, o vírus dura até 7 dias; a 40ºC, ele morre em menos de 24 horas.

Diferentes superfícies

Além da temperatura, a interação do coronavírus com diferentes tipos de superfícies foi analisada, como vidro, cédula de polímero, aço inoxidável, vinil e cédulas de papel.

Conforme exposto pela pesquisa, a 20ºC, o coronavírus permanece detectável em todos esses materiais após 28 dias.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Por outro lado, a interação do coronavírus com materiais porosos, como o tecido de algodão, mostrou que o SARS-CoV-2 sobrevive por apenas duas semanas nesse tipo de superfície.

Quando os materiais porosos e não-porosos foram submetidos à temperatura extrema (40ºC), observou-se que coronavírus não foi mais detectado em 24 horas no algodão e em 48 horas para as demais superfícies restantes testadas.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Coronavírus no ar

Vale lembrar que a principal forma de transmissão do coronavírus é pelas vias aéreas. Dessa forma, quando expelido em espirros, tosse, fala e respiração, o SARS-CoV-2 pode se manter por algumas horas no ar.

Segundo a FioCruz, o tempo estimado para que o coronavírus sobreviva no ar varia entre 40 minutos até 2h30min. Após esse período, o vírus precisa se estabelecer em uma superfície para seguir o fluxo de contágio.

Como se proteger do coronavírus

Por esse motivo, o distanciamento social, uso de máscara e higienização de superfícies com produtos corretos para eliminar o coronavírus são essenciais para reduzir a transmissão.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Veja medidas simples que podem ser adotadas para prevenir o contágio do coronavírus:

Mais sobre o novo coronavírus

Novo coronavírus: mitos e verdades sobre a doença Covid-19

Gripe x coronavírus: saiba as diferenças e como se prevenir

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Sintomas de coronavírus: veja quais são os primeiros sinais