PUBLICIDADE

COVID-19: regras para conviver com uma pessoa contaminada

Morar com alguém que contraiu o novo coronavírus exige mudanças e cuidados nos hábitos de higiene; veja quais

O distanciamento social já se tornou uma prática rotineira para a prevenção contra a COVID-19, doença causada pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2). Milhares de pessoas, infectadas ou não, seguem em quarentena ao redor do mundo, evitando contato próximo com outros indivíduos.

Quando é confirmada a contaminação de alguém, a primeira ordem dada pelos especialistas é que essa pessoa se isole por um período de, no mínimo, 14 dias. A internação em hospitais é feita, normalmente, apenas em pacientes que apresentam sintomas graves, como a falta de ar, por exemplo.

Mas, segundo recomendações do Ministério da Saúde, se o indivíduo apresentar sintomas da COVID-19, como febre, tosse, dor de garganta e/ou coriza, com ou sem falta de ar, o contato físico com outras pessoas deve ser evitado e é essencial que procure imediatamente os postos de triagem nas Unidades Básicas de Saúde, UPAS ou outras unidades.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Porém, a prática do isolamento social pode se tornar um desafio para quem mora em grupo. Entenda como deve ser o convívio com uma pessoa contaminada pelo novo coronavírus e quais cuidados são necessários para evitar o contágio de outros moradores:

Confirmação do exame

Se uma pessoa suspeita que foi contaminada, o primeiro passo indicado é que ela se isole dos demais até a confirmação do exame de COVID-19 ou a melhora dos sintomas. Se for comprovado que houve a infecção, ela deverá permanecer em isolamento por mais 14 dias.

Cômodo separado

Estevão Urbano, médico do Grupo Oncoclínicas, conta que é ideal que uma pessoa infectada fique em um cômodo separado dos demais moradores, com uma boa ventilação no local, e evitando circular pela casa.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Segundo o Ministério da Saúde, no ambiente em que o paciente está isolado, é importante que mantenha a janela aberta para circulação de ar e a porta fechada, limpando a maçaneta frequentemente.

Caso precise sair do cômodo onde está isolado, o indivíduo precisa manter a distância mínima de 1 metro entre ele e os demais moradores.

Uso de máscara

Quando o morador infectado precisar se dirigir para outro cômodo, é recomendado o uso de máscaras para evitar que gotículas respiratórias se espalhem pelo ambiente, prevenindo contra a contaminação de outros moradores.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Higienização das mãos

Antes de sair do local de isolamento, a pessoa infectada deve higienizar as mãos com água e sabão ou álcool 70%. Estevão reforça que os demais moradores da casa também devem manter as mãos limpas ao entrar e sair dos locais de convivência com uma pessoa contaminada.

Desinfetar ambientes

Todo local tocado pelo paciente contaminado, como pia e vaso sanitário, devem ser limpos e desinfetados. "O quarto do morador também deve ter uma ou duas vezes ao dia uma desinfecção com álcool 70%, principalmente nos locais de toque, como cama, computador, armário, maçaneta", orienta o infectologista.

Materiais para limpeza

Estevão conta que, além do álcool em gel, materiais como antisséptico, cloro e água sanitária também são opções na hora de desinfetar os ambientes. Além disso, a pessoa que fará a limpeza deve fazer uso de máscara e luva descartável.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Utensílios domésticos

Se possível, o recomendado é que a pessoa infectada tenha seus próprios talheres, copos e pratos, evitando o compartilhamento desses objetos com os demais moradores da casa. Estevão explica que, após o uso, esses utensílios podem ser higienizados normalmente com água ou sabão.

De acordo com o Ministério da Saúde, é importante que o infectado também separe e descarte seu lixo produzido e evite compartilhar sofás, cadeiras e outras superfícies, sempre realizando limpeza e desinfecção frequente com água sanitária ou álcool 70% ou outro produto recomendado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)

Roupas

As vestimentas e roupas de cama de uma pessoa infectada com a COVID-19 devem ser colocadas em um saco plástico e lavadas separadamente, de preferência com uma mistura de água, sabão e desinfetante líquido. O uso de máscaras e a higienização das mãos também é indicado ao realizar essa tarefa.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Melhora dos sintomas

De acordo com o médico, após 14 dias de quarentena, se a pessoa infectada ou com suspeita não apresentar mais nenhum sintoma, ela pode voltar a participar normalmente das atividades em casa, mantendo hábitos de higiene recomendados pelo Ministério da Saúde, como lavar as mãos com água e sabão e utilizar máscaras quando houver a necessidade de sair de casa.

Veja também

Quanto tempo o novo coronavírus sobrevive em superfícies?

Confira 15 maneiras de se proteger contra o coronavírus

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Entenda quem corre mais risco de contrair o coronavírus

Segundo o Ministério da Saúde, no ambiente em que o paciente está isolado, é importante que mantenha a janela aberta para circulação de ar e a porta fechada, limpando a maçaneta frequentemente.

Caso precise sair do cômodo onde está isolado, o indivíduo precisa manter a distância mínima de 1 metro entre ele e os demais moradores.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)