PUBLICIDADE

Pesquisa relaciona 8 tipos de câncer ao excesso de peso

Obesidade eleva o índice de estrogênio, testosterona e insulina, acarretando o surgimento de tumores

O estudo realizado pela Agência Internacional de Pesquisa do Câncer (IARC, em inglês) identificou oito tipos de câncer que estão relacionado ao excesso de peso e obesidade. São eles: estômago, fígado, vesícula, pâncreas, ovário, meningioma (tipo de tumor cerebral), tireoide e mieloma múltiplo (câncer que afeta um subtipo de células da medula óssea, os plasmócitos).

Publicado na revista 'New England Journal of Medicine', o trabalho foi baseado na revisão de mais de mil estudos sobre excesso de peso e obesidade. De acordo com os pesquisadores, existem muitas ligações entre obesidade e o risco de se ter câncer, pois o excesso de gordura no corpo pode aumentar o índice de estrogênio, testosterona e insulina, levando ao desenvolvimento de um tumor.

O especialista em prevenção do câncer Graham Colditz, da Universidade de Medicina de Washington, em St. Louis, nos Estados Unidos, comenta: "A incidência de câncer devido ao excesso de peso ou obesidade é mais ampla do que se acredita atualmente".

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Os pesquisadores descobriram que há uma relação entre o alto Índice de Massa Corporal (IMC) e o aumento do risco de ter um tumor e isso é válido tanto para homens como para mulheres. Além disso, os resultados valem para todos os continentes.

Em 2002, a IARC já havia encontrado evidências ligando o excesso de peso com o risco de desenvolver câncer de cólon, esôfago, rim, mama e útero. "Os fatores do estilo de vida, ter uma dieta equilibrada, manter um peso saudável e praticar exercícios, além de não fumar, podem ter um impacto significativo na redução do risco de câncer", disse Graham Colditz.

Segundo o Ministério da Saúde, no Brasil 52,5% da população adulta está acima do peso e, dessa parcela, 17,9% estão obesos. No mundo os dados são ainda mais assustadores, cerca de 640 milhões de adultos e 110 milhões de crianças sejam obesas.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Para os pesquisadores, essa descoberta é um incentivo para que a saúde pública possa combater a obesidade e o câncer. "Perder peso é difícil para muitas pessoas. No lugar de ficar desanimado e desistir, aqueles que lutam para emagrecer poderiam se concentrar em evitar ainda mais ganho de peso.", concluiu o pesquisador.