PUBLICIDADE

Prefeito Bruno Covas é diagnosticado com erisipela: o que é?

Prefeito da cidade de São Paulo foi internado em hospital para tratar uma infecção de pele; veja quais são os sintomas da doença

O prefeito da cidade de São Paulo, Bruno Covas, foi internado nesta quarta (23), no hospital Sírio-Libanês. Por meio das redes sociais, o político informou que foi diagnosticado com erisipela e deu alguns detalhes sobre seu quadro de saúde.

"Hoje dei entrada no hospital para tratar uma erisipela. Agradeço a todos que enviaram mensagens de apoio. Daqui do hospital, sigo em contato com os Secretários Municipais e não vou tirar licença médica no período. E em breve espero voltar 100%", afirmou em post no Instagram.

View this post on Instagram

Hoje dei entrada no hospital para tratar uma erisipela. Agradeço a todos que enviaram mensagens de apoio. Daqui do hospital sigo em contato com os Secretários Municipais e não vou tirar licença médica no período. E em breve espero voltar 100%.

A post shared by Bruno Covas (@brunocovas) on

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

De acordo com o jornal Folha de S.Paulo, Covas começou a notar os sintomas da doença, que causa infecção na pele, no último sábado (19). Diante do problema, ele procurou atendimento em pronto-socorro e começou um tratamento com antibiótico.

Sem perceber melhora no quadro, o prefeito foi submetido a uma internação para receber antibióticos e anti-inflamatórios por via intravenosa (quando os remédios são administrados por injeção, diretamente na veia do paciente).

Erisipela: o que é?

A erisipela uma condição inflamatória causada pela bactéria Estreptococo beta-hemolítico, do grupo A, que atinge a derme e o panículo adiposo (tecido celular subcutâneo) da nossa pele.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Segundo a dermatologista Kaliandra Cainelli, a doença corresponde a uma celulite infecciosa superficial, atingindo principalmente os membros inferiores (pernas e pés), embora possa acometer também a face.

Em geral, a erisipela está relacionada a um fator que age como "porta de entrada" para a infecção, como feridas na pele, pé de atleta, picada de insetos, cortes e manipulação inadequada das unhas.

Por meio desse canal, as bactérias penetram na pele, atingindo as camadas cutâneas inferiores e se espalhando facilmente com muita velocidade. Pessoas com baixa imunidade, obesas e com má circulação são as mais suscetíveis ao problema.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Sintomas de erisipela

Os principais sintomas de erisipela são:

Em casos mais graves, o paciente pode ter ainda febre, calafrios, mal-estar, gânglios aumentados e até mesmo vômitos. Pode ocorrer também a formação de bolhas e uma evolução drástica para um quadro de infecção generalizada (sepse), com risco de morte.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

É importante saber que a doença tem início súbito e, diferente da celulite infecciosa, a erisipela tem bordas bem demarcadas e elevadas que permitem diferenciar bem a infecção da área afetada de uma pele saudável.

Tratamento de erisipela

O tratamento principal de erisipela é feito com antibióticos da família das penicilinas, utilizado por 10 a 14 dias, por via oral nos casos mais simples. Nos casos mais graves, como o do prefeito Bruno Covas, pode ser necessário o uso antibióticos intravenosos, além de internação do paciente.

Além disso, é recomendado resfriar o inchaço da região afetada, com compressas frias, e administrar analgésicos anti-inflamatórios para aliviar a dor e a febre. Elevação do membro afetado e repouso na cama também são ações importantes.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Uma cirurgia pode vir a ser indicada em casos de complicações, como a ocorrência de necrose, abscesso ou gangrena. Por isso, é essencial procurar atendimento médico assim que algum dos sintomas é notado.

Outros tipos de infecções de pele

Impetigo: conheça os sintomas, tratamentos e causas

Furúnculo: o que é, sintomas e tratamentos caseiros

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Intertrigo: veja os tratamentos e causas da doença