Airton e mais 1 pessoa perguntaram:

Como tratar as erupções na pele causadas pela dengue?

  • Respondido em 07/04/2014
    Dr. Eduardo Finger Clínica Médica - CRM 72161/SP
    especialista minha vida
    Olá,

    Na vasta maioria dos casos, o tratamento da dengue é apenas suportivo, ou seja, manter a pessoa hidratada e o mais confortavel possível até que a doença passe por si própria.

    Com as erupções de pele não é diferente. Basta aguardar que elas devem desaparecer espontaneamente.

    Não devem ser tentados tratamentos caseiros ou automedicações, pois estes frequentemente causam mais transtornos que melhoras, às vezes causando problemas onde não há nenhum.

    PUBLICIDADE
  • Respondido em 07/04/2014
    Dr. Rubens Amaral Nefrologia e Clínica Médica - CRM 27204/SP
    Olá,

    Na realidade não são erupções que surgem na pele, é um exantema, uma vermelhidão que pode ou não ser acompanhado de coceira. Normalmente some em 3 a 5 dias e não precisa de nenhum tipo de tratamento específico não deixando nenhuma sequela (cicatriz) como às vezes pode acontecer na catapora. Se a coceira for muito intensa procure auxílio médico para que ele possa observar se há necessidade de prescrever algum anti-histamínico (remédio para coceira e alergias). Agora é com você. Transforme o conhecimento em comportamento.

  • Respondido em 07/04/2014
    Dra. Alexandra Procopio Bononi Dermatologia - CRM 97012/SP
    Olá,

    As lesões de pele causadas pela dengue em geral não requerem tratamento específico. Elas são muito importantes de serem reconhecidas para auxiliar o médico a fazer o diagnóstico da doença.
    Junto com todo o quadro clínico da dengue - febre alta de início agudo, mal estar geral, dor articular, dor retro auricular, dor muscular, as lesões cutâneas ocorrem em cerca de 50 a 80% dos casos na dengue clássica, e se manifestam desde uma vermelhidão pelo tronco que progride para os membros - em geral poupando a face - com coceira ou não, até sangramentos no nariz, gengiva e manchinhas avermelhadas na pele dos membros inferiores, olhos e boca.

    Na dengue hemorrágica, os sintomas de sangramento são mais exuberantes, com muitas manchas vermelhas e hematomas, sinais da fragilidade capilar e dificuldade de coagulação sanguínea.

    O tratamento é, portanto, voltado para as medidas gerais de suporte do paciente, visando a hidratação e medicações sintomáticas, além de repouso. A dengue hemorrágica pode evoluir de maneira fatal e necessita internação hospitalar. É contraindicado uso de aspirina e anti-inflamatórios. Tratando do estado geral do paciente, as lesões de pele melhoram automaticamente.

    PUBLICIDADE