Cláudia perguntou:

Quais são as sequelas que ficam após a meningite ?

  • Respondido em 18/07/2016
    Dra. Sumire Sakabe Infectologia - CRM 94070/SP
    especialista minha vida
    Olá,

    Sequelas são déficits que permanecem após a meningite ter sido tratada. Podem não acontecer, ou ainda serem leves ou graves. Sua ocorrência depende das condições de cada pessoa, do tipo de bactéria, da gravidade do quadro. O tratamento precoce, adequado e eficaz pode ajudar a diminuir o risco de sequelas. Além dos antibióticos, em alguns casos, está indicado o uso de corticoide para diminuir a chance de sequelas. Algumas sequelas são percebidas precocemente: por exemplo, alguns quadros de meningite podem cursar com vasculites, que se manifestam por lesões na pele que podem ser extensas, com necrose, que pode culminar com amputação de dedos ou membros. Outas sequelas são mais tardias, entre elas: alterações cognitivas, especialmente em crianças, convulsões, déficits neurológicos como paralisia facial, perda de movimento em parte do corpo, perda auditiva. Em alguns casos, em especial com meningite por tuberculose ou por criptococos, o paciente pode cursar com hipertensão intracraniana e eventualmente pode ser necessário colocar uma válvula para drenar o líquido cefalorraquidiano (líquor). A frequência destes eventos varia e não é possível prever, de antemão, que pacientes terão ou não sequelas.
    Espero ter ajudado!

    PUBLICIDADE