10 mandamentos à mesa para treinar sem fome nem desânimo

Agora que você pegou firme na academia, trate de rever seu cardápio

POR MINHA VIDA - ATUALIZADO EM 26/01/2012

Ao contrário do que muita gente pensa, o ritmo forte de treino nem sempre significa um prato mais pesado. Seu corpo realmente está mudando - para melhor! - e precisa de um carinho especial quanto à alimentação. O aumento de gasto calórico gerado pelo exercício deve ser respeitado, se possível até com ajuda profissional , diz Heloísa Guarita Padilha, coordenadora do Departamento de nutrição da Academia Reebok de São Paulo.Os cuidados começam na sua forma de pensar. "Eu mereço" costuma ser uma das armadilhas mais traiçoeiras após os treinos, afinal consumir mais calorias do que você gasta vai levar a um aumento de peso. Mas o oposto também deve ser evitado: frequentar a academia durante 3 horas e comer só uma saladinha, chegando em casa, vai destrambelhar seu organismo.

Nesses casos, acontece o que chamamos de descompensação metabólica. Há um desejo descontrolado por doces (carboidratos) após cerca de 6 horas do treino, levando ao acúmulo de gordura corporal, explica Heloísa Guarita.

Para você escapar dessa e de outras ciladas contra a boa forma, listamos a seguir os 10 mandamentos de quem quer ficar saudável e ainda perder gordurinhas indesejáveis.

Nunca se exercite em jejum

Seu corpo precisa ter combustível para treinar ou vai começar a queimar massa magra (músculos) em vez de gordura. O ideal é não deixar passar mais do que quatro horas da última refeição até a hora do exercício.(conheça os alimentos amigos da sua dieta e aprenda a consumi-los) 

Seu peso dos sonhos é ideal para você?

Responda a avaliação e descubra se seu peso atual e sua
meta de emagrecimento são saudáveis.

Este conteúdo ajudou você?
Sim Não