Saiba como deixar a batata mais magra e saudável

Cozida, assada ou em forma de purê, esse alimento é rico em nutrientes

POR CAROLINA SERPEJANTE - PUBLICADO EM 27/02/2012

Os altos índices de carboidratos encontrados na batata fazem esse vegetal carregar a fama um tanto quanto injusta de "alimento que engorda". Mesmo quem quer perder peso ou não quer ganhar quilos, pode incluir a batata no cardápio sem culpa. "O segredo está em equilibrar a quantidade dessa fonte de carboidrato com os outros grupos alimentares", afirma a nutricionista Rosana Farah, especialista do Minha Vida. O modo de preparo também faz toda a diferença na hora de emagrecer o prato.

Além disso, a batata é rica nas vitaminas K, C e do complexo B e tem grandes quantidades de fósforo e potássio - todos nutrientes que ajudam nosso organismo a funcionar melhor. É possível fugir da batata frita e optar por versões menos calóricas ou gordurosas do vegetal, priorizando uma alimentação saudável. Confira as dicas das nutricionistas na hora de preparar as batatas.  

Diminua o índice glicêmico

A batata é um alimento que possui um alto índice glicêmico e não deve ser consumida em excesso para não provocar picos de glicose. Quando consumimos carboidratos e açúcares, nosso organismo os transforma em glicose a fim de produzir energia para o nosso corpo. Quando um alimento possui muita glicose, ou seja, tem um índice glicêmico alto, o sangue fica com altas taxas dessa substância. A resposta do organismo é armazenar o açúcar e depois transformá-lo em gordura, processo que leva ao ganho de peso.

Mas a nutricionista Rosana Farah, especialista do Minha Vida, dá uma dica para reduzir o índice glicêmico da batata. "Consuma a batata acompanhada de fibras (hortaliças, grãos) e gorduras não saturadas (azeite de oliva). Dessa forma ela será absorvida mais lentamente, diminuindo seu índice glicêmico", explica. E, tome cuidado para não elevar ainda mais o índice dela. "Se essa mesma batata for consumida com outra fonte de gordura ou de carboidrato, o índice glicêmico cresce", alerta. 

Este conteúdo ajudou você?
Sim Não