PUBLICIDADE

Sete dicas para deixar sua feijoada mais light

Evitar fritar as carnes e substituir o bacon já reduz as calorias da refeição

Típico prato brasileiro, a feijoada é uma das poucas refeições que consegue ser servida tanto nos mais simples self-services quanto nos mais requintados restaurantes. Saborosa, ela conta com a dupla imbatível arroz com feijão e, de quebra, é servida acompanhada de opções como a couve e a laranja, fontes de vitaminas do complexo B, vitamina C, ácido fólico, cálcio e ferro. Segundo o nutrólogo Paulo Henkin, da Associação Brasileira de Nutrologia (Abran), a feijoada é uma fonte riquíssima de nutrientes, mas também costuma oferecer muitas calorias. Então que tal deixá-la mais light? Aproveite nossas dicas para consumir essa delícia sem culpa.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Couve

Couve - Foto Getty Images
Couve - Foto Getty Images

A forma menos calórica de consumir a couve é in natura, mas a alternativa pode não agradar o paladar. "Neste caso, prepare o vegetal no vapor", sugere a nutricionista Daniela Cyrulin, da clínica Nutri & Consult, em São Paulo. Para realçar o sabor, utilize ervas frescas, como manjericão e alecrim. A tradicional preparação refogada não é recomendada, já que costuma levar óleo ou manteiga, que adicionam muitas calorias ao alimento.

Bacon

Bacon - Foto Getty Images
Bacon - Foto Getty Images

Uma fatia fina de 10 gramas de bacon oferece cerca de 55 kcal, isso sem falar na quantidade de gordura. Em outras palavras, apesar de gostoso, ele é extremamente calórico. E muitas vezes o alimento é usado nas preparações apenas para dar sabor ao feijão, por exemplo. Mas isso também engorda o prato. Uma alternativa para deixar a carne de lado é usar cubinhos de peito de peru ou ricota defumada nas preparações. "Se preferir usar outra carne para dar sabor à refeição, como a costela de porco, pelo menos tire a gordura aparente", recomenda o nutrólogo Paulo.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Carnes

Carne de porco - Foto Getty Images
Carne de porco - Foto Getty Images

A carne de porco é uma das mais calóricas, em função da sua quantidade de gordura, mas feijoada sem ela não é feijoada. Então, para reduzir as calorias evite fritá-las. "Deixe de molho na água e, em seguida, refogue com um fio de óleo de canola", propõe a nutricionista Daniela Cyrulin. Prefira ainda os cortes mais magros. Costela, rabo, joelho e orelha são os pedaços mais gordos.

Feijão

Feijão preto - Foto Getty Images
Feijão preto - Foto Getty Images

"Algumas partes do porco são usadas no cozimento do feijão com o objetivo de engrossar o caldo, mas isso aumenta muito seu valor calórico", alerta a nutricionista Daniela Cyrulin. Para obter o mesmo resultado sem usar a carne há duas opções. A primeira delas é bater parte do feijão no liquidificador, obtendo assim uma pasta. Outra é adicionar uma colher rasa de farinha de trigo e um copo de água à panela. Experimente e escolha o seu método.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Sal

Sal - Foto Getty Images
Sal - Foto Getty Images

As carnes adicionadas à feijoada já são ricas em sódio. Por isso, evite a adição de sal à refeição. O consumo exagerado está diretamente associado ao aumento da pressão arterial. Ao invés dele, utilize ervas naturais para dar sabor ao prato.

Arroz

Arroz branco - Foto Getty Images
Arroz branco - Foto Getty Images

O arroz branco é rico em carboidratos e ainda é rapidamente absorvido pelo organismo, fazendo com que a sensação de saciedade dê lugar à fome em pouco tempo. Por isso, o nutrólogo Paulo recomenda a versão integral. Por manter a casca, ele preserva mais nutrientes e sua textura fibrosa prolonga a sensação de saciedade. Para temperar, use a criatividade usando cebola, alho e óleo.

Bebida

Limonada - Foto Getty Images
Limonada - Foto Getty Images

Não tem jeito. A tradicional caipirinha que acompanha a feijoada é extremamente calórica e não há milagre para reduzir suas calorias que, além de tudo, são vazias, como aponta a nutricionista Daniela Cyrulin. Ela sugere substituir o drinque por uma limonada fresca com adoçante ou ainda água com gás gelada e limão. "Ambos são gostosos, caem bem com a refeição e ainda livram o consumidor da culpa", afirma.