Saber a quantidade de exercício necessária para queimar calorias faz pessoas comerem menos

Cardápios que listam apenas as calorias não mudam hábitos alimentares, diz estudo

POR REDAÇÃO - PUBLICADO EM 25/04/2013

Cardápios e listas que mostram o quanto de exercício será necessário para queimar as calorias nas refeições pode ajudar a reduzir o quanto as pessoas comem, relatam os pesquisadores da Texas Christian University (EUA). Os resultados serão apresentados dia 25 de abril no encontro Experimental Biology, em Boston.

O novo estudo incluiu 300 pessoas, com idades entre 18 e 30 anos, que receberam um cardápio sem rótulos de calorias, um cardápio com rótulos de calorias ou um cardápio com legendas para os minutos de caminhada rápida necessários para queimar as calorias dos alimentos. A caminhada foi escolhida como forma de exercício porque é algo que quase todo mundo pode fazer sem grandes problemas, afirmam os cientistas.

Como um exemplo das informações dadas aos participantes, uma mulher teria que fazer uma caminhada intensa por cerca de duas horas para queimar as calorias de um cheeseburger duplo. Todos os cardápios continham as mesmas opções de comida e bebida, que incluíam hambúrgueres, sanduíches de frango, salada, batatas fritas, sobremesas, refrigerante e água.

As pessoas que receberam o cardápio listando os minutos de caminhada rápida necessários para queimar as calorias dos alimentos consumiram menos do que aqueles que receberam qualquer um dos outros cardápios. Entre aqueles que receberam os outros dois cardápios - com ou sem rótulos de calorias - não houve diferença no número de calorias solicitado e consumido.

De acordo com os autores, esse é o primeiro estudo que mostra essa relação. Por conta disso, não é possível generalizar para uma população com mais de 30 anos de idade, por exemplo, tornando necessária uma pesquisa mais abrangente.

Corte até 170 calorias das suas refeições
Se você ficou preocupado com as calorias que está consumindo e quanto exercício precisará fazer para gastar todas essas calorias, saiba que é muito simples eliminar os excessos em algumas preparações. A nutricionista Roseli Rossi, da clínica Equilíbrio Nutricional, em São Paulo, explica que existem muitas calorias "escondidas" em certos alimentos, aquelas que você nem percebe que consome, mas que faz uma enorme diferença para a balança e para sua saúde. "Trocar o leite integral pela versão desnatada, preferir alimentos light e até diluir o suco natural são maneiras simples de economizar calorias", conta. Confira abaixo as dicas de uma equipe de profissionais para deixar os alimentos com até 170 calorias a menos. Já pensou na economia que você pode fazer durante um único dia?

Dilua o suco natural

Por serem naturais, muitas pessoas acreditam que sucos de frutas podem ser consumidos sem qualquer moderação. Mas a realidade é bem diferente. "Em média, um suco com três laranjas contém 200 calorias", explica a nutricionista Roseli. Por isso, ela recomenda diluir a bebida para reduzir o teor calórico. "Se feito com duas laranjas e 100 ml de água, por exemplo, as calorias caem para 140". Outras sugestões é optar por frutas menos calóricas, como a melancia ou o melão, que são ricos em água, ou por sucos de frutas, como o abacaxi ou caju, que levam maior quantidade de água.