publicidade

Dieta certa e exercícios físicos exterminam a barriguinha

Excesso de gordura localizado no abdômen só desaparece com dedicação

Por Minha Vida - publicado em 22/11/2010


Aquela barriguinha que teima em continuar em evidência, apesar da perda de peso (Descubra seu peso ideal) , é um problema estético para muitas mulheres. Além disso, é um perigo para a saúde. "Essa gordura, que envolve órgãos internos, como fígado e pâncreas, dificulta a ligação da insulina com seu receptor celular, causando uma resistência insulínica que predispõe a diabetes, pressão alta e problemas de colesterol", explica a endocrinologista e integrante da diretoria da Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica (Abeso) Cláudia Cozer. Mas há soluções que fazem o excesso de gordura localizado no abdômen desaparecer. Pena que elas não sejam milagrosas.

Perca a barriga em duas semanas
Se estiver com pressa de reduzir a barriguinha por causa de alguma data especial, siga por duas semanas esta série de orientações alimentares organizada pela equipe nutricional do Minha Vida. Para começar, corte do seu cardápio feijão, leite, açúcar, milho, repolho, pimentão, brócolis, cebola, bebidas gasosas, frituras, comidas com conservantes, pão e arroz branco, álcool e suco de laranja. 

O que comer antes dos exercícios físicos?

Nesse período, diminua a quantidade de sal que coloca na comida, pois ele retém muito líquido. Para substituí-lo, abuse de ervas, como manjericão, hortelã, salsão, alecrim, salsinha, orégano e louro, ou temperos, como pimenta, mostarda, coentro e noz-moscada. Vinagre balsâmico, limão e um pouco de iogurte desnatado também podem ser usados. Coma mais aveia, nozes, gérmen de trigo, banana e arroz integral, ricos em vitamina B6, que reduzem a retenção de líquidos.

Regularize seu intestino e beba no mínimo dois litros de água por dia. Aumente a quantidade de alimentos ricos em líquido como chuchu, melancia, melão, pera, pepino e abobrinha. O excesso de adoçante pode dar gases e inchar a barriga, por isso utilize, no máximo, 20 gotas por dia. Dê preferência para frango e peixe, já que as carnes vermelhas são de difícil digestão. Ao fim desses 14 dias, volte a ter uma alimentação balanceada, incluindo todo tipo de nutriente. 

Regularize seu intestino e beba no mínimo dois litros de água por dia

Reduza a gordura abdominal no dia a dia
Quem não precisa fazer um programa intenso como esse, mas também quer diminuir a barriguinha, deve "evitar alimentos com muito sal, fazer atividades aeróbicas e exercícios que fortaleçam a musculatura abdominal", recomenda Cláudia. E para isso não tem segredo: dieta equilibrada, "com pouca gordura e carboidratos, evitando frituras, doces, frios e embutidos".

Além disso, o intestino precisa estar funcionando direitinho para que não haja inchaço no local. "É muito importante ir ao banheiro pelo menos duas vezes por dia, por isso a ingestão de fibras e líquidos é fundamental", orienta a endocrinologista. 

Calcule seu peso ideal

Saiba se você está acima
ou abaixo do peso.

Ex: 75,5kg, 1,70m

Alguns alimentos específicos podem ajudar na tarefa. São os chamados termogênicos. De acordo com a nutricionista Erica Lopes, eles induzem o corpo a gastar energia durante o processo digestivo. "O efeito térmico do alimento varia conforme a composição da dieta, sendo maior após o consumo de carboidratos e proteínas do que depois da ingestão de gordura", diz.

Entre os principais termogênicos estão: pimenta, mostarda, gengibre, vinagre de maçã, acelga, aspargos, couve, brócolis, laranja, kiwi, cafeína, guaraná, chá verde, água gelada, linhaça, gorduras vegetais e gorduras de coco. "Mas a alimentação dever ser bem balanceada, pois somente o consumo desses alimentos leva a uma deficiência importante de nutrientes", alerta. 

Exercícios
O personal trainer Ivaldo Larentis recomenda a prática de atividades aeróbicas (caminhada, corrida, bicicleta etc) cinco vezes por semana durante 30 minutos. Além disso, indica os seguintes exercícios localizados, que devem ser feitos em séries de 15 a 20 repetições quatro vezes por semana:

1. Abdominal 90 graus:
deite de barriga para cima, joelhos flexionados num ângulo de 90 graus com os pés para cima, mãos atrás na cabeça, cotovelos abertos. Lentamente suba, tirando os ombros do chão. Pare e desça até a posição inicial.

2. Elevação:
coloque as mãos sob as nádegas e mantenha as pernas estendidas em direção ao teto, perpendiculares ao tronco. Retire o quadril do chão, numa linha reta. Pare e desça.

3. Abdominal negativo: sente-se com os joelhos flexionados e mantenha uma distancia entre os pés similar à da largura dos ombros. Estique os braços. Comece com o tronco numa posição menor que 90 graus em relação ao chão. Desça. Quando a parte superior do corpo atingir um ângulo de 45 graus em relação ao chão, retorne à posição inicial. Repita a série três vezes.


Faça sua avaliação de peso. É rápida e gratuita assine agora o
Dieta e Saúde
Atinja sua meta de 65kg com saúde

Refaça sua avaliação de peso e assine o Dieta e Saúde com 50% de desconto. (Não é JANAINA?)

Este conteúdo ajudou você? Já ajudou você e + 1254 pessoa(s) Já avaliou

Imprima

Erro

erro

Comente

Compartilhe

Mais sobre:

Shopping Vida Saudável

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

siga o minha vida e melhore sua qualidade de vida

Saiba mais

Copyright 2006/2014 Minha Vida - Todos os direitos reservados

"As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas."


Você está usando uma versão antiga do seu navegador :( Para obter uma melhor experiência, atualize agora!
X