publicidade

Aprenda a escapar das tentações que atrapalham a dieta

É necessário ter controle e não usar a comida como válvula de escape

Por Minha Vida - publicado em 22/11/2010


Começar uma dieta não é uma tarefa fácil. O susto surge quando, de um dia para o outro, você resolve abandonar aquele mundo de frituras, refrigerantes, salgadinhos, doces e decide que vai se dedicar a frutas, verduras, legumes, barras de cereais e outros alimentos apontados como ideais para alcançar a boa forma. Ter o acompanhamento de um nutricionista nessas horas é fundamental para não comer de forma errada nem passar pelo efeito sanfona.

A maioria dos especialistas costuma dizer que o sacrifício não é tão grande, basta ter disciplina para não cair em tentação e seguir o cardápio determinado. Os hambúrgueres, batatas fritas e outras tentações podem ser consumidas, mas com bastante moderação. Dificil é convencer o cérebro disso.  

Saiba como controlar a mente e o estômago

Gatilhos que detonam qualquer dieta
O excesso de tarefas, a correria no trabalho, a rotina e a ansiedade são apontados como algumas das causas para que você pense "eu mereço" e abocanhe o que não deveria. De acordo com a terapeuta Ieda Cardoso, uma vez com o "pé na jaca", a tendência de algumas pessoas é abandonar de vez o regime. Quem sente com isso é o seu corpo.

Segundo a psicóloga, é necessário identificar se você não está usando a alimentação como válvula de escape para suas alegrias ou tristezas. "É comum descontar em um sanduíche uma bronca que levou de seu chefe, ou no pote de doce de leite uma decepção amorosa. Aí se inicia a briga psicológica com o estômago", diz. É necessário se perguntar "Eu preciso?" ao invés de afirmar "Eu mereço", Ieda aconselha. Claro que ninguém é de ferro e uma hora vai sair da linha. O importante é fazer com que essas "escapadinhas" na dieta sejam raras e em doses absurdas, alerta a terapeuta. 

Calcule seu peso ideal

Saiba se você está acima
ou abaixo do peso.

Ex: 75,5kg, 1,70m

Livre-se dos maus hábitos
A nutricionista Heloisa Adjamian recomenda que se aproveite o final de semana para colocar na despensa alimentos que serão consumidos durante a próxima semana. Ir à feira-livre ou ao supermercado e lotar o carrinho com o que pode ser preparado sem deixar sua consciência culpada nem o corpo pesado é a recomendação. "Deixe alguns alimentos pré-preparados, como potes de sopas, bifes ou filé de frango limpos e temperados", diz.

Os resultados não são visíveis a curto prazo, mas nem por isso você deve desistir, pois voltar à vida desregrada de antes só vai baixar sua autoestima. Determinação é fundamental. E caso não consiga se livrar dos maus hábitos vale procurar ajuda de um especialista.

Os eventos a que você vai também influenciam. Se no fim de semana você tem aquele churrasco imperdível com os amigos, dificilmente vai ficar só no vinagrete. Cuide-se durante a semana e coma no dia da festa. 

Outra recomendação entre os profissionais de nutrição é não pular refeições. O corpo precisa se alimentar a cada 3 horas, e não é deixando de tomar o café da manhã para almoçar direto, por exemplo, que você vai fazer seus quilinhos a mais desaparecerem.

Há quem reclame também o preço dos alimentos recomendados em uma dieta. Frutas que, dependendo da época, ficam mais caras (maçã, damasco e outras, por exemplo), podem ser temporariamente substituídas por outras da estação. Existe sempre uma forma de adequar o que se come às necessidades físicas e financeiras, sem prejuízos.

Olhe-se no espelho e tome coragem. Determinação, auto-controle e prazer nas atividades que pratica são os pilares para se seguir uma boa dieta sem ser infeliz.  


Faça sua avaliação de peso. É rápida e gratuita Seu peso dos sonhos é o ideal para você?

Responda a avaliação e descubra se seu peso
atual e sua meta de emagrecimento são saudáveis.

Este conteúdo ajudou você? Já ajudou você e + 1254 pessoa(s) Já avaliou

Imprima

Erro

erro

Comente

Compartilhe

Mais sobre:

Shopping Vida Saudável

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Copyright 2006/2014 Minha Vida - Todos os direitos reservados

"As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas."


Você está usando uma versão antiga do seu navegador :( Para obter uma melhor experiência, atualize agora!
X