PUBLICIDADE

Dieta saudável protege contra reincidência de infarto e derrame

Risco de morte por doenças cardiovasculares diminui até 35%, aponta estudo

Um estudo publicado ontem (4 de dezembro) no periódico Circulation, da American Heart Association, descobriu que adotar uma dieta saudável pode proteger pessoas com doenças cardiovasculares de um novo infarto ou AVC. A pesquisa foi financiada pela Boehringer Ingelheim e conduzida por especialistas da McMaster University, no Canadá.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Foram entrevistados 31.546 adultos com média de idade de 66 anos, vítimas de doenças cardiovasculares ou de lesões a órgãos importantes. Todos forneceram informações sobre a quantidade de leite, frutas, vegetais, carne vermelha, peixes, grãos e aves que haviam ingerido no ano anterior. Também foi perguntada a frequência com que faziam exercícios físicos, se eles eram fumantes e se consumiam bebidas alcoólicas. Durante os cinco anos de acompanhamento, aconteceram 5.190 eventos cardiovasculares entre os participantes.

Embora os hábitos alimentares sejam variados ao redor do mundo, é senso comum que ingerir muitos vegetais e frutas, além de diminuir o consumo de gorduras, faça bem ao organismo. Os resultados mostraram que cultivar uma dieta saudável pode reduzir em 35% o risco de morte por doenças cardiovasculares, 28% o risco de insuficiência cardíaca congestiva, 19% o risco de um derrame e 14% o risco de um novo infarto.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Vale lembrar ainda que uma alimentação equilibrada também reduz o risco de câncer e outras doenças cuja incidência aumenta com a evolução da idade. Por isso, monte seu prato com mais verde e menos carnes e carboidratos. A seguir, confira o que inclui uma dieta cardioprotetora:

Frutas

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Recomenda-se consumir de três a cinco porções de frutas todos os dias. Para criar um hábito da ingestão, prepare os alimentos no dia anterior. Aproveite ainda para saber quais são as opções da época. Desse modo, você monta um cardápio mais variado.

Hortaliças

Totalizando quatro ou cinco porções diárias, entram os legumes e as verduras. Além de fornecerem nutrientes importantes para o bom funcionamento do organismo, eles ainda deixam menos espaço para opções gordurosas e calóricas.

Óleos vegetais

Destaque da dieta mediterrânea, o azeite deve ser adicionado a saladas e outros alimentos, pois é rico em ômega 3 e outras gorduras benéficas. Na falta dele, invista no óleo de soja, de canola ou de girassol.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Oleaginosas

Amigas do coração, as oleaginosas também são fonte de gorduras benéficas, o que ajuda a controlar o colesterol, por exemplo. Castanha do Brasil, castanha de caju, nozes e pistache são algumas das opções.