PUBLICIDADE

Beber café pode reduzir pela metade risco de câncer no colón

Estudo foi feito com mais de 9 mil pessoas e analisou diversos tipos de café

Uma pesquisa realizada pelo Clalit National Israeli Cancer Control Center, Israel, e a University of Southern California, Estados Unidos, concluiu que beber café pode reduzir até pela metade o risco de câncer de cólon.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Participaram do estudo 9100 homens e mulheres, sendo que 5100 já haviam sido diagnosticados com câncer de cólon e outros 4000 não tinham histórico da doença. Todos os voluntários responderam um questionário sobre o quanto de café eles bebem, incluindo café expresso, descafeinado e filtrado. Eles também relataram seu histórico de câncer de cólon na família, sua dieta, se fumavam ou não e se praticavam atividades físicas.

Os pesquisadores descobriram que beber uma ou duas xícaras de café por dia reduziu em 26% o risco de câncer de cólon. Aqueles que bebiam mais de 2.5 xícaras de café tiveram o risco de câncer de cólon reduzido para 50%.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Os benefícios ocorreram independentemente do tipo de café que era consumido. "Isto prova que o efeito protetor não está apenas na cafeína, mas provavelmente em muitos outros antioxidantes presentes na bebida", explica um dos autores da pesquisa Dr. Gad Rennert.

O câncer de cólon abrange tumores que acometem um segmento do intestino grosso (o cólon) e o reto, sendo um dos tipos de câncer mais incidentes no mundo. É tratável e curável na maioria dos casos, ao ser detectado precocemente. Grande parte desses tumores se inicia a partir de pólipos (lesões benignas que podem crescer na parede interna do intestino grosso). Uma maneira de prevenir o aparecimento dos tumores seria a detecção e a remoção dos pólipos antes de eles se tornarem malignos.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

O Instituto Nacional do Câncer (Inca) estima 32.600 novos casos por ano, sendo 15.070 homens e 17.530 mulheres. Além disso, o câncer de cólon faz aproximadamente 14 mil vítimas por ano no Brasil.