PUBLICIDADE

Anvisa suspende venda de lotes de paçoca por conter substâncias cancerígenas

A interdição de sete lotes de paçoca da marca Dicel é válida para todo território nacional

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) suspendeu, nesta quarta-feira (17), a comercialização e distribuição de sete lotes de paçoca da marca Dicel. Segundo o órgão, os produtos excediam o limite permitido de aflatoxinas, substâncias tóxicas produzidas por fungos que podem causar câncer.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

A medida vale para todo território nacional e se aplica aos lotes 0042, 0029, 0040, 0026, 0023, 0092 e 0024 do Doce de Amendoim Paçoca Rolha. A empresa fabricante, WK Produtos Alimentícios Ltda, identificou o problema e enviou um comunicado anunciando o recolhimento voluntário do produto.

As aflatoxinas são substâncias tóxicas e carcinogênicas e, por isso, produtos fora da especificação não podem ser consumidos pela população. Desta forma, a firma deve recolher todo estoque disponível no mercado.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Essa é a segunda vez que a empresa tem produtos retirados do mercado por causa da presença de substância cancerígena. Em março, a Anvisa interditou a venda do lote 0027 da paçoca pelo mesmo problema, alto teor de aflatoxinas.