Dente-de-leão tem ação diurética e é bom para a pele

Ele também conta com ação antioxidante e é benéfico para o fígado

REVISADO POR
Dra. Tamara Mazaracki
Nutrologia - CRM 52301716/RJ
especialista minha vida
Saiba tudo sobre o dente-de-leão na alimentação - Foto: Getty Images
Saiba tudo sobre o dente-de-leão na alimentação

Dente-de-leão é o nome dados a diversas plantas do gênero Taraxacum, que engloba muitas espécies, sendo que a mais comum é o Taraxacum officinale. Atualmente, essa espécie cresce espontaneamente em várias regiões de clima temperado ou subtropical do mundo.

PUBLICIDADE

O dente-de-leão possui enormes efeitos benefícios na desintoxicação do organismo, por ter ação diurética, melhorar o funcionamento do intestino e auxiliar nas desordens hepáticas.

Principais nutrientes

O dente-de-leão possui vitamina A, importante para a visão, pele e o crescimento e vitamina K, que regula a coagulação sanguínea e possui papel importante para a saúde óssea. Ele também conta com vitaminas do complexo B, essenciais para o sistema neurológico, vitamina C, importante para o sistema imunológico, e vitamina E, que tem forte ação antioxidante.


A planta ainda conta com potássio, que é importante para a contração muscular, condução nervosa, frequência cardíaca, produção de energia e síntese de ácidos nucleicos e proteínas. O zinco, que tem efeito antioxidante, auxilia na digestão de proteínas e na disfunção sexual, principalmente em homens, o cálcio, bom para a saúde dos ossos e dentes, e o ferro, que previne a anemia e é aliado do coração, também estão presentes no dente-de-leão.

Benefícios em estudo do dente-de-leão

Efeito diurético: Diversas espécies de dente-de-leão tem sido utilizadas com diuréticas por mais de 2000 anos na medicina tradicional chinesa e medicina Ayurveda. Estudos sugerem que várias espécies de dente de leão têm sido amplamente usadas em doenças renais e urinarias para aumentar a eliminação de líquidos. Alguns especialistas afirmam que ao contrário dos diuréticos encontrados na forma de medicamento, o dente-de-leão não faz com que a pessoa perca muito potássio pela urina.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)
O chá de dente-de-leão é bom para a saúde - Foto:Getty Images
O chá de dente-de-leão é bom para a saúde

Aliado da pele: O dente-de-leão é bom para a pele porque possui vitamina A e carotenoides. A vitamina A é necessária para manter a integridade e função das células da pele e das mucosas. Além disso, o nutriente age na reparação do epitélio da pele. Alguns estudos tentaram comprovar se a vitamina A ajuda a prevenir ou tratar o câncer de pele, porém nada ainda foi comprovado.

Ação antioxidante: O dente-de-leão possui ação antioxidante e por isso age combatendo os radicais livres. Isto proporciona uma série de benefícios, como reduzir o risco de câncer, problemas cardiovasculares e também evita o envelhecimento.

Bom para o fígado: Por ter ação antioxidante, o dente-de-leão pode ser benéfico para o fígado.

Quantidade recomendada

A orientação é consumir entre duas e três xícaras de chá de dente-de-leão por dia, cerca de três colheres de sopa da raiz.

Como consumir

O dente-de-leão é uma hortaliça de sabor amargo. Podem ser ingeridas suas folhas, flores e raízes. As folhas normalmente são consumidas cruas, cozidas ou refogadas. Suas flores e raízes também podem ser consumidas cruas ou cozidas. Torradas e moídas, as raízes podem ser usadas como um substituto do café. Geralmente, o dente-de-leão é ingerido nas formas de chá, tintura e cápsula.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Caso queira ingerir um chá de dente-de-leão, utilize 1 colher de sopa de raízes para 1 xícara de água fervida previamente e abafada durante 8 a10 minutos. Coe e consuma em seguida.

Como adquirir

Nada de colher o dente-de-leão que cresce na grama, é melhor adquirir a planta em casas de produtos naturais ou de chás.

Riscos do consumo excessivo

O excesso de dente-de-leão pode causar azia e diarreia.

Fontes consultadas:

Nutricionista Daniela de Almeida, especializada em nutrição funcional e nutrição esportiva.
Nutricionista Cristiane Ruiz Durante