PUBLICIDADE

Como limpar os olhos do bebê sem machucar

O ideal é que essa higienização seja feita uma vez por dia e durante o banho

Irritações, conjuntivite, inflamações. Todas essas doenças oculares podem tanto acontecer com um adulto como com um bebê. Como os olhinhos do nenê são muito delicados, muitas vezes, mães e pais ficam com medo de limpá-los. Mas é muito importante ter higiene com olhos desde cedo.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Porém, os pais precisam saber que a falta de limpeza pode levar a infecções, como conjuntivites ou blefarites. "Ambas trazem desconfortos aos bebês, como pálpebras vermelhas, coceira e secreção excessiva", informa a Maria Carrari, oftalmopediatra do Instituto de Moléstias Oculares (IMO), em São Paulo.

Bebê na hora do banho - Getty Images
Bebê na hora do banho - Getty Images

Para evitar, é preciso limpar os olhos do bebê na hora do banho, com um chumaço de algodão umedecido em água morna. "Caso haja alguma secreção, fica mais fácil removê-la com uma gaze macia e dobrada ao meio", ensina a médica.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Segundo a especialista, a água boricada deve ser evitada, pois pode provocar a formação de cristais e irritar ainda mais a área. O mesmo vale para o cotonete, já que um movimento brusco do bebê causa ferimentos. "Quanto ao colírio, este é um medicamento e não deve ser usado para fazer a higiene dos olhos do bebê", diz a médica.

Dicas para fazer a higienização

A seguir, a oftalmopediatra Maria Carrari lista, passo-a-passo, a melhor maneira para fazer a limpeza dos olhos do bebê:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Bebê na hora do banho - Getty Images
Bebê na hora do banho - Getty Images

Algumas doenças oculares que afetam os bebês:

Conjuntivite neonatal

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

É mais conhecida como infecção dos olhos e é causada pela entrada de sangue ou outros líquidos nos olhos do bebê durante o parto. Os sintomas e sinais são: pálpebras grudadas ao acordar e pus no canto interno. Segundo Laura Duprat, oftalmologista que também integra o corpo clínico do IMO, os pais devem:

Conjuntivite após alguns meses de vida

É uma inflamação da membrana que reveste os olhos. É causada por vírus ou bactéria, que deixa as pálpebras grudadas. Os sintomas mais freqüentes são: olhos inchados, sensação de areia atrapalhando a visão, descarga de pus e pálpebras grudadas ao acordar. Laura Duprat, indica os pais:

Blefarite em bebês

É uma inflamação nas pálpebras. A blefarite deixa-as vermelhas e purulentas. Algumas crianças com caspas adquirem facilmente a doença. A recomendação:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)