PUBLICIDADE

7 cuidados para evitar desidratação das crianças no verão

Hidratação constante é fundamental, principalmente em períodos de férias

O verão, estação mais quente do ano, apresenta seu pico de temperatura nas férias escolares aqui no Brasil. Neste período os dias também são longos e podemos usufruir mais das praias, parques, sol, mar, natureza e calor. Por isto mesmo, os pequenos ficam mais expostos à desidratação, principalmente pelo seu nível de atividades ao ar livre.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Para que as crianças aproveitem o clima com muita energia, alguns cuidados com a alimentação são necessários para evitar adoecimentos. O calor excessivo e a alta exposição solar promovem maior perda de líquidos e sais minerais pelo suor, principalmente nas crianças.

Sintomas da desidratação nas crianças

Para que as crianças aproveitem o clima com muita energia, alguns cuidados com a alimentação são necessários para evitar adoecimentos. O calor excessivo e a alta exposição solar promovem maior perda de líquidos e sais minerais pelo suor, principalmente nas crianças.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Dicas para evitar desidratação das crianças

Aqui vão algumas dicas para evitar a desidratação das crianças:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Quanto de água devo oferecer?

Estimular uma hidratação adequada é fundamental para manter o organismo funcionando adequadamente e evitar a desidratação das crianças. A recomendação da ingestão de líquido (considerando líquidos e alimentos) varia de acordo com a faixa etária:

Porém, é importante ressaltar que este valor pode sofrer alteração em função de outros fatores como: condições climáticas, perda de líquidos pelo corpo, padrão de atividade física, superfície corporal, entre outros.

Outros cuidados na alimentação no verão

Outro ponto importante que merece a atenção na alimentação das crianças no verão é o risco de intoxicação alimentar. As elevadas temperaturas aceleram a deterioração dos alimentos, favorecendo a multiplicação de micro-organismos (por exemplo: a Salmonella), os quais podem causar diversas doenças, cujos sintomas mais frequentes aceleram o processo de desidratação: diarréia e vômitos.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Quando forem comer fora de casa (bares, restaurantes, quiosques e lanchonetes):

Quando preparamos lanches caseiros também são necessários alguns cuidados:

ReferênciasInstituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). http://clima1.cptec.inpe.br/estacoes/

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Desidratação e recomendações para a reposição hídrica em crianças fisicamente ativas. http://www.scielo.br/pdf/rpp/v28n3/13.pdf

Manual de nutrologia - https://www.sbp.com.br/pdfs/14617a-PDManualNutrologia-Alimentacao.pdf http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/saude/vigilancia_em_saude/vigilancia_sanitaria/alimentos/index.php?p=7071

Bases bioquímicas e fisiológicas da nutrição: nas diferentes fases da vida, na saúde e na doença - 1ª Ed. Dietary Reference

Intakes for Water, Potassium, Sodium, Chloride, and Sulfate. Panel on Dietary Reference Intakes for Electrolytes and Water, Standing Committee on the Scientific Evaluation of Dietary Reference Intakes http://books.nap.edu/catalog/10925.html