Minha Vida - Saúde, Alimentação e Bem-Estar

Descubra os sete exercícios infalíveis para perder o culote

Só torrar calorias com os aeróbios não basta para enxugar medidas dos quadris

POR MINHA VIDA - atualizado em 13/06/2014


Perder gordura na região do quadril e das coxas, ou diminuir o culote, é um dos maiores desafios das mulheres que seguem firme um programa de treino. As medidas em outras áreas do corpo vão secando, mas a gordura localizada na lateral permanece e até chega a desmotivar, algumas vezes. "Quando você faz um exercício aeróbio, contribui para diminuir o culote, mas existem movimentos específicos que aceleram os resultados", afirma o personal trainer Luiz Gangi, da academia Gangi Sports, em São Paulo.

Você descobre a seguir que exercícios são estes. O especialista recomenda aos iniciantes de duas a três séries com 15 a 20 repetições para cada um deles. Se você tiver alguma dúvida quanto à intensidade dos treinos ou à postura correta de execução, procure um personal trainer antes de dar início à série - esta é a melhor maneira de prevenir lesões.  

de 7

três pessoas fazendo exercício quatro apoios - Foto Getty Images
 

Quatro apoios

Esse exercício trabalha os músculos posteriores da coxa e glúteos. Para fazê-lo, você deve apoiar seus joelhos e cotovelos alinhados com os ombros e quadris em um colchonete. Depois levanta uma das pernas, sem esticá-la, e faça movimentos de subida e descida, como se estivesse dando coices para o alto. "Preste atenção nos movimentos, a força para levantar a perna deve vir dos quadris, e nunca da coluna, prevenindo lesões", diz Luiz Gangi. Após terminar com a primeira perna, espere 30 segundos, troque e repita a série. 


Este conteúdo ajudou você? Já ajudou você e + 1254 pessoa(s) Já avaliou

Imprima

Erro

erro

Comente

Compartilhe

Shopping Vida Saudável

PUBLICIDADE

Copyright 2006/2014 Minha Vida - Todos os direitos reservados

"As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas."