PUBLICIDADE

Pilates: o que é, benefícios e tudo sobre o método

Exercício é bom para flexibilidade e força muscular, mas não emagrece e nem hipertrofia

Chamado primeiramente de "contrologia", o pilates é um tipo de atividade física que busca o controle do músculos do corpo, fortalecendo a musculatura e melhorando seu tônus, além de conferir maior flexibilidade ao corpo. Hoje, alguns médicos a consideram uma forma de terapia, por ser um exercício individualizado.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

A técnica é mais próxima a um exercício de força e é conhecida por melhora do contorno corporal, além de trazer mais força, ajustar a postura e melhorar a musculatura do centro do corpo, chamada de core.

História do pilates

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

O método foi criado pelo alemão Joseph Pilates, que desde cedo estudou anatomia, biologia, fisiologia e medicina tradicional chinesa. Mas só começou a desenvolver seu método durante a Primeira Guerra Mundial, quando morava na Inglaterra e foi preso por ser alemão.

Na cadeia, ele insistia que os presos de seu pavilhão, inclusive os doentes, se exercitassem regularmente com ele. Para os acamados, ele retirou molas dos colchões e as prendeu nas camas, criando os que seriam os primeiros aparelhos de pilates.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Mais tarde, em 1929, quando ele se mudou para os Estados Unidos e fundou seu primeiro estúdio em Nova York.

Benefícios do pilates

O pilates é um método que estimula o corpo de forma global durante cada exercício, visando aumentando de mobilidade, flexibilidade força e tônus muscular.

Para tanto, ele faz uso principalmente da respiração e de movimentos que usam o peso do corpo ou o auxílio/resistência das molas em seus aparelhos.

Com isso, ele traz alguns benefícios como:

Melhora da postura A consciência corporal obtida com o pilates e o foco nos músculos do centro do corpo (conhecidos como core) fazem com que as curvas naturais da coluna sejam respeitadas, o que melhora a postura. Com isso, o exercício pode reduzir dores nas costas.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Aumento do tônus muscular Os exercícios do pilates trabalham com a contração e força dos músculos, além de sua flexibilidade. Com isso, as fibras musculares são rompidas e reconstruídas, possibilitando a troca de massa gorda por muscular e um melhor contorno corporal, com redução de medidas.

Maior mobilidade articular Como os exercícios trabalham o corpo de forma global, as articulações também são estimuladas, o que torna o corpo mais móvel e facilita os movimentos do dia a dia.

Maior mobilidade articular Como os exercícios trabalham o corpo de forma global, as articulações também são estimuladas, o que torna o corpo mais móvel e facilita os movimentos do dia a dia.

Evolução da marcha e corrida Como movimentos globais são estimulados durante o pilates, isso faz com que movimentos comuns, como a caminhada, se tornem mais simples e melhor executados.

Além disso, por meio da reeducação da respiração e da concentração adquiridas no método, correr pode se tornar uma atividade mais prazerosa e com resultados mais rápidos. Além disso, a consciência corporal desenvolvida no pilates auxilia o equilíbrio do corredor e o alinhamento do corpo.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Incremento da flexibilidade Os exercícios voltados para este benefício são aqueles que enfatizam o alongamento global do corpo. Trabalhando a extensão de músculos e articulações, percebemos mudanças positivas em atividades como amarrar os sapatos e vestir as calças, por exemplo.

Alívio de tensões Por focar na respiração e na concentração na hora de executar um movimento, o pilates pode ajudar na redução do estresse. Esse benefício é incrementado pelo ambiente em que o exercício é realizado: normalmente salas tranquilas e com som ambiente agradável e calmo.

Pilates emagrece?

O pilates pode contribuir para melhora do contorno corporal, por tonificar os músculos e ajudar na troca de gordura por massa magra. No entanto, não há queima de calorias suficiente durante a prática de pilates para que ele faça diferença no emagrecimento e na balança. O ideal, para este intuito, é aliá-lo a atividades aeróbicas, como corrida, natação ou algum esporte.

Foco na respiração No pilates a respiração adequada é indicada para facilitar a execução dos movimentos, o que traz mais consciência sobre como respiramos também no dia a dia, reduzindo o cansaço.

Mais prazer na relação sexual O pilates trabalha bastante a musculatura do assoalho pélvico, tendo como benefício indireto a possibilidade de ter mais prazer durante o sexo, principalmente no caso das mulheres.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Pilates ajuda na hipertrofia?

Infelizmente, a hipertrofia é muito melhor atingida na musculação: atividade que estressa os músculos, para que eles fiquem mais volumosos.

No pilates, os músculos são trabalhados de outra forma, que melhora seu tônus e força, mas não causa um aumento no seu volume.

Indicações do pilates

O pilates pode ser praticado por qualquer pessoa que deseje experimentar esse tipo de atividade física. Tanto que ele é amplamente indicado para pessoas com problemas articulares, lesões após atividade físicas e outros problemas de saúde.

No entanto, o que muda é que pessoas que apresentam esse tipo de lesão farão atividades diferentes e personalizadas para seu tipo de problema.

Contraindicações

Como as aulas de pilates costumam ser individualizadas, apesar de poderem ser feitas com outros alunos, existem apenas contraindicações relativas do pilates.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Por exemplo, gestantes que não se exercitavam antes da gravidez, devem tomar mais cuidado ao começar com o pilates durante a gestação.

Quem é o profissional habilitado para dar aulas de pilates?

No Brasil, fisioterapeutas, educadores físicos e bailarinos podem se especializar em pilates e reproduzir o método em seus estúdios.

Normalmente, se a pessoa busca o pilates para a reabilitação de algum problema ortopédico, o ideal é que o faça com um fisioterapeuta.

Tipos de pilates

Hoje existem dois tipos de pilates, o de solo e com aparelhos. Ambos seguem os mesmos princípios e repertório, mas com algumas diferenças na forma como são feitos:

Pilates com aparelhos Nele são usados os aparelhos desenvolvidos por Joseph Pilates, que se baseiam em molas e podem tanto facilitar movimentos de pessoas com limitações físicas, como dificultar movimentos, levando o aluno a níveis mais avançados.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Pilates no solo Considerado mais difícil, pois é feito apenas com o peso do corpo, pedindo do aluno um controle muito mais dos seus movimentos e músculos. Essa técnica tem a vantagem de poder ser praticada em qualquer lugar, inclusive em estúdios, intercalando com o uso dos aparelhos.

Aparelhos e acessórios

Cadillac Um dos aparelhos mais famosos do pilates, o cadillac foi inspirado nas camas de hospital adaptadas por Pilates durante sua prisão. Além da base estável que se assemelha a cama, ele possui barras e alças que podem ser ajustadas para diferentes alturas e locais para prender molas. Com isso, ele permite tanto exercícios aéreos (alguns de ponta cabeça), como atividades que exercitem membros superiores e inferiores e o core.

Ladder Barrel Sua estrutura lembra um barril, com uma escadinha acoplada. Nele é possível trabalhar alongamentos, e exercícios de fortalecimento do tronco, membros superiores ou globais. Por ser arrendondado, ele também ajuda no trabalho de equilíbrio ao oferecer uma base instável.

Step Chair Inspiradas nas cadeiras, ela possibilita uma série de exercícios diferentes, trabalhando pernas, braços e até mesmo o troncos em alguns exercícios abdominais.

Reformer Muito semelhante a uma cama, o reforme tem uma plataforma deslizante, chamada de "carrinho" que é conectada a molas, que regulam a dificuldade do exercício. Ele também é usado para trabalhar diversas partes do corpo, como braços, troncos e pernas.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Homem se alongando sobre a bola grande de pilates - Foto: Getty Images
Bola suiça

Bola suíça Apesar de ser muito associada ao pilates, sua incorporação ao método ocorreu há cerca de 20 anos. Por ser uma base instável, ela é muito usada em exercícios de equilíbrio, mas pode inclusive servir como peso em alguns exercícios em aparelhos.

Faixa elástica Nos casos de pilates solo, essas faixas agem como as molas: conferindo resistência aos movimentos dos membros inferiores e superiores.

Mulher segurando o magic circle - Foto: Getty Images
Magic Circle

Magic circle Esse acessório foi criado pelo próprio Joseph Pilates, pode ser usado como facilitador de alguns tipos de exercícios (como as flexões), além de ser mais uma forma de oferecer resistência aos braços e pernas.

Bosu O bosu é outro aparelho não oriundo do pilates, mas que foi incorporado para ajudar principalmente no equilíbrio. Ele é uma meia bola, e pode ser usado tanto com a superfície reta o chão ou virada para cima.

Tonning balls Essas bolas possuem cargas de peso, trazendo resistência e aumentando a força para executar alguns movimentos.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Rolo de espuma Os rolos de espuma são importantes para trabalhar a postura, alongamentos e exercícios de equilíbrio.

Sessões necessárias

Fazer uma vez por semana é suficiente para conseguir colher os benefícios do pilates, no entanto, com uma constância de duas vezes na semana ou mais, é possível ver uma evolução de forma mais rápida.

Cada aula de pilates dura entre 50 e 60 minutos. Existem aulas mais longas, como o Power Pilates (que leva uma hora e 30 minutos) ou o Fast Pilates (que demora apenas 30 minutos).

Grávidas podem fazer pilates?

Grávidas costumam ter diversos tipos de dores devido às mudanças pelas quais seu corpo passa, principalmente com a mudança do centro de gravidade. O pilates pode ser benéfico nesse aspecto, ajudando-a a se readaptar à sua nova forma. Além disso, os aparelhos do pilates permitem proteger a grávida de lesões.

Idosos podem fazer pilates?

O pilates é muito interessante para trabalhar a mobilidade e equilíbrio nos idosos, os ajudando a terem menos quedas (tão comuns com o passar da idade) e tornando seu dia a dia mais produtivo.

Alie o pilates a...

Exercícios aeróbicos O pilates não trabalha a parte aeróbica dos exercícios, por isso aliá-lo a atividades como a corrida, natação ou esportes permite que a queima calórica seja aliada ao fortalecimento muscular, trazendo melhores resultados ao processo de emagrecimento ou perda de gordura localizada.

Outra vantagem é que o pilates permite trabalhar a musculatura para que ela execute melhor os movimentos dos exercícios aeróbicos, reduzindo risco de lesões.

Crossfit Quem pratica Crossfit pode se beneficiar com o pilates, pois eles trabalham tipos de musculatura diferentes: enquanto o primeiro usa músculos mais superficiais e de explosão, o último trabalha uma musculatura mais profunda, o que reduz o risco de lesão.

Hábitos saudáveis Uma alimentação saudável, redução da ingestão de álcool e parar de fumar podem ajudar a melhora do condicionamento físico, além de facilitar o emagrecimento.

Fontes

Fisioterapeuta Ana Paula Monti Oliveira, especializada em Reeducação Funcional da Postura e do Movimento e membro da Clínica Kennedy (SP)

Fisioterapeuta Cecília Marciano de Oliveira, especializada em pilates e professora no estúdio FisioEsporte Marajoara (SP)

Educadora física Gerusa Gurak, instrutora de Pilates, Garuda e Yoga, diretora educacional da Method Alliance e parceira da Namu Cursos dando aulas online de Pilates