10 dúvidas comuns de quem quer parar de fumar

Usar adesivo de nicotina, controlar a respiração e procurar um psiquiatra pode ajudar

POR MINHA VIDA - PUBLICADO EM 29/08/2011

Largar o cigarro nunca é tarefa fácil. A exposição crônica à nicotina promove um quadro de dependência, tanto física como psicológica, já que essa substância causa mudanças neuroquímicas em nossos neurônios. Para piorar, na hora de largar o vício, muitas dúvidas podem surgir, o que acaba atrapalhando o tratamento. Segundo o grupo de psiquiatras do Núcleo de Álcool e Drogas do Hospital Israelita Albert Einstein, algumas confusões quanto ao tratamento ainda são bastante comuns e podem desmotivar quem está tentando lagar o vício.

"Procurar um profissional para ajudar nesse período é muito importante para que a pessoa consiga largar de vez o cigarro", diz a psiquiatra Alessandra Maria Julião, do Hospital Israelita Albert Einstein. Esclareça algumas das dúvidas mais comuns. 

O grau de dependência pode variar conforme o sexo da pessoa?

O grau de dependência pode variar conforme o número de cigarros por dia, além de fatores biológicos e psicológicos, mas tanto homens como as mulheres, possuem as mesmas chances de apresentar grau de dependência grave à nicotina. 

Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.
Este conteúdo ajudou você?
Sim Não