publicidade

Causas da diabetes

Saiba mais sobre a doença

Por Minha Vida - publicado em 19/07/2007


Causa
O que causa diabetes do tipo 1?
Este tipo de diabetes é uma doença auto-imune. O que significa isto? Significa que o sistema que seria responsável por defender o corpo de infecções (o sistema imunológico) atua de forma contrária e acaba lutando contra uma parte do próprio organismo. No diabetes, por exemplo, o sistema imunológico ataca as células do pâncreas responsáveis pela produção de insulina, matando-as. Assim, este órgão passa a produzir pouca ou nenhuma insulina. Por conta disso, quem tem diabetes do tipo 1 deve tomar insulina todos os dias.

Até os dias atuais, os cientistas ainda não sabem exatamente o que leva o sistema imunológico a atacar as próprias células do corpo. Mas acredita-se que fatores genéticos (e que ela possa ser hereditária) e do meio ambiente, provavelmente vírus, estão envolvidos neste fenômeno.

Neste caso, a suspeita é de que uma toxina ou vírus faça com que o sistema imunológico se confunda e passe a atacar e a destruir as células do pâncreas responsáveis pela produção de insulina.

Os sintomas do diabetes geralmente aparecem durante um curto período, embora a destruição das células produtoras de insulina, chamadas de beta, possa começar anos antes de eles aparecerem. Dentre os sintomas, temos:
Aumento da sede e da quantidade de urina
Fome constante
Perda de peso
Visão embaçada
Cansaço extremo
Se o doente com diabetes não receber tratamento com insulina, poderá correr risco de morte, caso entre em um estado de coma diabética, chamado também de cetoacidose diabética.

Entenda o papel da insulina e sua relação com o diabetes do tipo 1
Geralmente, a insulina é secretada pelo pâncreas em baixas quantidades. Quando comemos, a glicose contida nos alimentos estimula esta glândula a produzir insulina. A quantidade fabricada é proporcional à quantidade de insulina necessária para fazer com que a glicose daquele alimento passa do sangue para as células do corpo. O papel principal da insulina é fazer com que certos nutrientes com destaque para a glicose saiam do sangue e entrem nas células de diversas tecidos do corpo. Elas usam o açúcar e outros nutrientes como fonte de combustível para suas atividades, que mantêm o ser humano vivo.

Portanto, a quantidade de açúcar no sangue diminui assim que a glicose entra nas células. Em condições normais, ao perceberem que os níveis de glicose no sangue estão mais baixos, as células beta do pâncreas reduzem a produção de insulina, para evitar a hipoglicemia. Mas como no diabetes 1 ocorre um processo de destruição das células beta, todo esse processo acaba desarranjado. Nas pessoas com diabetes do tipo 1, a glicose não passa do sangue para as células porque não há insulina suficiente para tornar isto viável. Assim, há um acúmulo de açúcar no sangue, enquanto as células ficam sem nutrientes e sem energia para realizar funções importantes. Como resultado, o alto nível de glicose no sangue pode levar a:

Desidratação: mais açúcar no sangue pode levar ao aumento da urinação, na tentativa de retirar glicose do corpo. Uma grande quantidade de água é perdida neste processo, o que pode levar á desidratação

Perda de peso: A perda de açúcar pela urina significa que seu corpo também está jogando fora calorias

Cetoacidose diabética: sem conseguir ter acesso à glicose, as células do corpo ficam sedentas por energia e passam a quebrar células de gordura para conseguir açúcar. A quebra das células de gordura produz substâncias chamadas cetonas. Os níveis da cetona no sangue começam a se elevar, o que leva ao aumento da acidez na corrente sanguínea. O fígado, no entanto, continua a mandar o açúcar que está armazenado nele para o sangue, na tentativa de alimentar as células. Mas, como não há insulina para realizar a passagem, o sangue fica cheio de glicose. A combinação entre este açúcar, desidratação e as cetonas leva a um fenômeno chamado cetoacidose, que pode levar à morte se não for tratado rapidamente

Danos ao corpo: Com o passar do tempo, muita glicose no sangue pode danificar os nervos e pequenos vasos sanguíneos dos olhos, dos rins e do coração. Isto pode aumentar a predisposição para doenças do coração como arteriosclerose, ataque do coração e derrame cerebral

Como a doença é diagnosticada?
Se o seu médico suspeitar que você está com diabetes, vai lhe pedir exame de sangue e de urina para checar os níveis de glicose. O problema é que não há como se prevenir contra esta doença.

Como lidar com ela?
Muitas pessoas com diabetes do tipo 1 conseguem levar uma vida saudável. O segredo para manter a boa saúde é manter sob controle os níveis de açúcar no sangue. Para isso, você precisa de disciplina para manter uma dieta saudável e adequada à sua doença, praticar atividades físicas e se tratar com injeções de insulina.

O que causa a diabetes gestacional?
Quase todas as mulheres têm algum grau de intolerância à glicose durante a gravidez, já que este é um resultado das mudanças hormonais que ocorrem neste período. Isto significa que os níveis de açúcar no sangue podem estar altos, mas não o suficiente para caracterizar o diabetes. A partir do final da gravidez, estes níveis altos de glicose podem levar ao diabetes gestacional.

Durante a gravidez, o aumento nos níveis de certos hormônios feitos pela placenta ajuda a transferir os nutrientes da mãe para o feto em desenvolvimento. Outros hormônios são produzidos pela placenta para evitar que a mãe fique com baixos níveis de açúcar no sangue. Para isso, eles bloqueiam a ação da insulina. Conforme os meses vão passando, estes hormônios fazem com que os níveis de glicose na corrente sanguínea fiquem muito altos. Assim, para reverter esta situação, o corpo passa a produzir mais insulina, que carregará o açúcar do sangue para dentro das células.

Geralmente as mães são capazes de produzir mais insulina, cerca de três vezes a quantidade normal produzida por um adulto, para amenizar os efeitos dos hormônios da gravidez. No entanto, se o pâncreas não conseguir produzir insulina suficiente para baixar os níveis de açúcar no sangue, a mulher poderá desenvolver o diabetes gestacional.



Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.
Este conteúdo ajudou você? Já ajudou você e + 1254 pessoa(s) Já avaliou

Imprima

Erro

erro

Comente

Compartilhe

Mais sobre:

Shopping Vida Saudável

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Copyright 2006/2014 Minha Vida - Todos os direitos reservados

"As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas."


Você está usando uma versão antiga do seu navegador :( Para obter uma melhor experiência, atualize agora!
X