Herpes

POR MINHA VIDA - PUBLICADO EM 07/10/2005

A pele fica mais sensível e começa a coçar. Inicia-se um pequeno inchaço e formam-se pequenas bolhas, que geralmente são bastante dolorosas. O próximo sintoma é o rompimento das bolhas e a formação de feridas com secreção. Todo esse processo caracteriza o herpes, um vírus que pode ser transmitido através da saliva do beijo, por relação sexual, por outras secreções ou até pelas mãos de pessoas que possuem o vírus.
É comum encontrar pessoas com a doença, que volta a se manifesta sempre que a defesa do organismo se encontra debilitada. O que muita gente não sabe é que a maioria das pessoas é portadora desse vírus. No entanto, algumas não chegam a desenvolver a lesão.


Ao aparecer a lesão, siga as seguintes orientações:

- Nunca estoure as bolinhas e nem arranque a crosta da ferida, pois isto poderá prolongar o período da lesão, provocar infecções e conseqüentemente deixar cicatrizes.
- Não passe substâncias como mercúrio cromo, éter, álcool, pois isto poderá agravar o quadro e retardar a recuperação.
- Procure manter a área higienizada e faça compressas com água boricada gelada.
- O herpes é contagioso para indivíduos que nunca tiveram infecção, portanto lave sempre as mãos depois de tocar nas lesões.
- Evite esfregar os olhos sem lavar as mãos depois de tocá-lo
- Evite beijar pessoas durante o período da lesão, no caso de herpes labial.
- Evite contato sexual na presença de lesões ou suspeita de período de lesão.
- No caso de exames pré-natal, o médico deve ser notificado se você já teve ou suspeitou de algum tipo de lesão herpética. Ele a submeterá a exames que determinem se o vírus está em atividade ou não.
Fonte: www.dermatologista.com.br









Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.
Este conteúdo ajudou você?
Sim Não