Exame de toque retal dura menos que 15 segundos

Procedimento é de rápida duração e diagnostica o câncer de próstata

POR MINHA VIDA ATUALIZADO EM 04/11/2013

O preconceito que ronda o temido exame de toque, essencial para a prevenção do câncer de próstata, ainda é visto com receio por grande parte dos homens. Mas será que ele é realmente um bicho de sete cabeças? De acordo com os especialistas, o teste, que deve ser realizado por homens acima de 40 anos, dura no máximo 15 segundos, é simples e praticamente indolor, além de não afetar em nada a masculinidade deles.

Para acabar de vez com o preconceito e incentivar a procura por um médico, o Minha Vida conversou com dois especialistas, que explicam como um único exame é capaz de salvar vidas. "Hoje, as chances de cura do câncer de próstata são enormes. A maioria dos casos que resulta em óbito acontece devido a um diagnóstico totalmente tardio", explica o urologista Evandro Cunha, do Hospital Urológico de Brasília. "É a partir do exame de toque que o urologista pode analisar se a próstata apresenta alguma irregularidade", alerta. Em geral, o câncer de próstata demora cerca de quatro anos para se manifestar, ou seja, o organismo leva um tempão para dar sinais de que algo não vai bem. Daí a importância de fazer o exame preventivo uma vez por ano. Portanto, quanto mais cedo for identificada uma anormalidade, mais eficiente será o tratamento.

Exame é feito anualmente e identifica alterações na próstata - Foto: Getty Images
Exame é feito anualmente e identifica alterações na próstata

E, ao contrário das mulheres, os homens ainda apresentam muita resistência na hora da realização dos exames. "Diferente do público feminino, que tem por costume realizar os exames ginecológicos anualmente, os homens ainda são resistentes aos exames preventivos", diz o oncologista Cid Buarque de Gusmão. "O exame de toque retal, apesar de ser o mais simples, é o que apresenta mais barreiras para sua realização, em virtude de problemas culturais. Mas é importante salientar que as complicações provenientes de uma doença certamente serão bem mais desagradáveis", ressalta.

Ainda não se sente confortável para enfrentar uma consulta? Preparamos, junto com os especialistas, algumas dicas para você se sentir tranquilo na hora da visita ao seu médico. Confira:

Pense na sua saúde

De acordo com Evandro Cunha, uma das melhores técnicas para não se sentir desconfortável é pensar na sua saúde e bem-estar. "Quando o homem visa cuidar da saúde, ele esquece todos os preconceitos que envolvem o exame de toque. Isso porque, uma vida saudável vale muito mais que um simples exame", alerta.

Nada de outro mundo

A atitude de cuidar da saúde é uma característica de homens muito bem resolvidos

Está pensando que o exame é demorado e complicado? Pode esquecer. "O exame de toque leva de 10 a 15 segundos. A única coisa que o especialista faz é introduzir o dedo na região retal (canal que liga o ânus ao reto) para verificar se existe alguma alteração na próstata", explica Evandro Cunha. O exame físico dá informações sobre o volume, consistência, presença de irregularidades, limites, sensibilidade e mobilidade da próstata. "Se o órgão está inchado, o que é um sintoma anormal, o dedo não chega a ser introduzido por inteiro", explica.

Esqueça a dor

O exame é a forma mais segura de diagnosticar o câncer de próstata - Foto: Getty Images
O exame é a forma mais segura de diagnosticar o câncer de próstata

Agora, se o problema para não enfrentar o exame de toque é o medo da dor, ele não tem motivo para existir. "Claro que não podemos medir a dor de alguém. Mas eu posso afirmar que, durante o exame, não existe nenhuma ameaça dolorosa. O que o paciente pode sentir é um incômodo durante os segundos em que o exame é realizado", diz Cunha.

Experimente uma dose de bom humor

Para aumentar o nível de conforto durante a consulta com seu urologista, uma dica é somar uma boa dose de bom humor e deixar as tensões de lado. "Quando o paciente está seguro e bem humorado, a consulta flui muito melhor. Com um pouco de descontração tudo fica mais fácil e simples, até mesmo o exame de toque", diz o urologista do Hospital Urológico de Brasília.

Pense que será rápido

Não consegue perder o receio do exame? Pense que serão apenas 15 segundos! "Outra dica para quem está muito nervoso, é lembrar que o exame é rápido. Na maioria dos casos o homem espera algo complicado e doloroso, mas isso não existe", afirma o oncologista Cid Buarque de Gusmão.

Converse com sua mulher

Sua esposa (mãe ou amiga) pode ser uma boa companheira na hora de te ajudar a tomar a decisão certa. "As mulheres estão mais acostumadas a enfrentar esses tipos de exames. Então, costumam dar força para os homens ao explicar que nada é tão complicado quanto parece", acrescenta Evando Cunha.

Sua masculinidade será totalmente preservada

Já ouviu falar que este exame fere sua masculinidade? O médico é categórico na hora da resposta. "Esse papo é recheado de preconceito e totalmente infantil. Um simples exame é incapaz de tirar a masculinidade de um homem. Muito pelo contrário, a atitude de cuidar da saúde é uma característica de homens muito bem resolvidos", ressalta o urologista.

Experimente um ano de tranquilidade

O indicado é que o exame de toque seja realizado, no mínimo, uma vez por ano. "Depois de 15 segundos, o homem pode se sentir tranquilo (e prevenido). Claro que as visitas aos urologistas devem ser mais frequentes, mas em relação ao exame, ele pode se despreocupar", ressalta Evandro Cunha.

Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.
Este conteúdo ajudou você?
Sim Não