PUBLICIDADE

Chocolate amargo é aliado contra derrames

A presença de antioxidantes diminui acúmulo de gordura nas artérias

Uma pesquisa realizada pela universidade de Toronto, no Canadá, mostrou que consumir uma determinada quantidade de chocolate amargo por semana diminui os riscos de ter um AVC (acidente vascular cerebral). A pesquisa, que envolveu diversos estudos em conjunto, será apresentada no mês de abril no encontro internacional da American Academy of Neurology.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Um dos estudos envolveu cerca de 45 mil voluntários e concluiu que o consumo de uma porção de chocolate por semana diminuiu em 22% o risco dessas pessoas sofrerem um derrame. O outro estudo, realizado com pouco mais de 1.500 pessoas, mostrou que o consumo de 50 gramas do chocolate por semana reduz em 46% as chances de morte, após um AVC.

Entretanto, de acordo com os pesquisadores, é necessário determinar ainda se o chocolate realmente diminui os riscos de AVC ou se são as pessoas saudáveis que consomem mais chocolate. O benefício do chocolate contra a ocorrência de derrames estaria associado à presença de polifenóis, antioxidantes protetores das células contra agressões externas, na composição do cacau.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

O composto inibe a oxidação do colesterol ruim (LDL), evitando o acúmulo de gordura nas paredes das artérias. Outro benefício é a diminuição da coagulação das plaquetas, que formam pequenos agrupamentos que podem obstruir as artérias e também causar um AVC. Porém, a recomendação é válida apenas para o chocolate amargo, pois é rico em cacau. Não entram na categoria chocolate ao leite e chocolate branco.