PUBLICIDADE

Teste de farmácia para HIV recebe registro no Brasil

O resultado demora de 15 a 20 minutos para sair e é realizado a partir da coleta de gotas de sangue

Em 18/5/2017
Redação
Escrito por Redação
Redação Minha Vida

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) registrou, nesta segunda-feira (15) o primeiro autoteste para detectar exposição ao vírus da Aids. O produto é destinado ao público em geral e poderá ser vendido em farmácias e drogarias em todo o país.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

De acordo com a agência, o exame detecta a presença do anticorpo do vírus HIV a partir da coleta de gotas de sangue, e o resultado demora de 15 a 20 minutos para sair. O nome do produto no Brasil será Action, sendo fabricado pela empresa Orangelife Comércio e Indústria.

Em análises, o teste demonstrou sensibilidade e efetividade de 99,9% para os dois subtipos do vírus que provocam a Aids. No entanto, o produto só é capaz de indicar a presença do HIV 30 dias depois da situação de exposição ao vírus, esse é o período que o organismo precisa para produzir anticorpos em níveis que o autoteste consegue detectar.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

A Anvisa recomenda que se o resultado for positivo, o indivíduo deve confirmá-lo com um teste de laboratório. Em caso de resultado negativo, o teste deve ser repetido após 30 dias e outra vez depois de mais 30 dias até completar 120 dias após a primeira exposição.

O preço do produto será definido pelo mercado, já que no Brasil não existe regulação de preços para produtos de saúde e a Anvisa, por lei, não pode fixar este valor. Até o momento, testes de HIV eram feitos somente com intermédio de profissionais de saúde em laboratórios, centros de referência e unidades de testagem móvel.