publicidade

O que é Cálculo biliar?

Sinônimos: Pedra na vesícula, cálculo da vesícula biliar, colelitíase

Cálculos biliares são depósitos duros como cristais de rocha que se formam dentro da vesícula biliar. Os cálculos biliares podem ser pequenos como um grão de areia ou grandes como uma bola de golfe.

Consulte também:

  • Colecistite aguda
  • Coledocolitíase

Causas

A causa dos cálculos biliares varia. Existem dois tipos principais de cálculos biliares:

  • Pedras compostas de colesterol. Os cálculos biliares compostos de colesterol são sem dúvida o tipo mais comum. Os cálculos biliares de colesterol não têm nenhuma relação com os níveis de colesterol no sangue.
  • As pedras são feitas de excesso de bilirrubina na bile. A bile é um líquido produzido no fígado que ajuda o corpo a digerir gorduras. A bile é composta de água, colesterol, sais de bile e outros produtos químicos, como a bilirrubina. Essas pedras são chamadas pedras de pigmentos biliares.

Os cálculos biliares são mais comuns em mulheres, índios americanos e outros grupos étnicos, bem como em pessoas com mais de 40 anos. Os cálculos biliares também podem ocorrer de forma hereditária.

Os seguintes fatores também propiciam o desenvolvimento de cálculos biliares:

  • Deficiência da vesícula biliar em esvaziar a bile apropriadamente (isso é mais provável de ocorrer durante a gravidez)
  • Condições médicas que levam o fígado a produzir bilirrubina em excesso, como anemia hemolítica crônica, inclusive anemia de célula
  • Cirrose hepática e infecções no trato biliar (pedras pigmentadas)
  • Diabetes
  • Transplante de medula óssea ou órgão sólido
  • Perda rápida de peso, especialmente ingerindo uma dieta com poucas calorias
  • Receber nutrição através de veia por um longo período de tempo (alimentações intravenosas)

Exames

Testes usados para detectar cálculos biliares ou inflamação na vesícula biliar incluem:

  • Ultrassom abdominal
  • Tomografia computadorizada abdominal
  • Colangiopancreatografia retrógrada endoscópica (CPRE)
  • Varredura da vesícula biliar por radionuclídeos
  • Ultrassom endoscópico
  • Colangiopancreatografia por ressonância magnética (CPRM)
  • Colangiografia trans-hepática percutânea (CTP)

Seu médico pode solicitar os seguintes exames de sangue:

  • Bilirrubina
  • Testes da função hepática
  • Enzimas pancreáticas

Sintomas de Cálculo biliar

Várias pessoas com cálculos biliares nunca tiveram nenhum sintoma. Os cálculos biliares são frequentemente descobertos quando se faz um raio X de rotina, uma cirurgia abdominal ou outro procedimento médico.

No entanto, se uma pedra grande bloquear o duto cístico ou o duto de bile comum (chamado coledocolitíase), você pode ter uma dor como a cólica no meio do abdome superior direito. Isso é conhecido como cólica biliar. A dor passa se a pedra passar para a primeira parte do intestino delgado (o duodeno).

Os sintomas que podem ocorrer abrangem:

  • Pode passar e voltar
  • Pode ser aguda, provocar cólicas ou ser entorpecente
  • Pode se disseminar para as costas ou abaixo da omoplata direita
  • Ocorre poucos minutos após a refeição
  • Febre
  • Amarelamento da pele e da parte branca do olhos (icterícia)

Outros sintomas que podem ocorrer com essa doença incluem:

  • Inchaço abdominal
  • Fezes com cor de argila
  • Náusea e vômitos

É importante consultar um médico se você tiver sintomas de cálculos biliares. Os cálculos biliares são encontrados em várias pessoas com câncer de vesícula biliar.

Buscando ajuda médica

Marque uma consulta com seu médico se você tiver:

  • Dor na parte superior direita de seu abdome
  • Amarelamento da pele ou da parte branca dos olhos

PUBLICIDADE

Tratamento de Cálculo biliar

Cirurgia

Algumas pessoas têm cálculos biliares e nunca tiveram nenhum sintoma. Os cálculos biliares podem não ser encontrados até um ultrassom ser feito por outro motivo. A cirurgia pode não ser necessária a menos que comecem os sintomas.

Em geral, os pacientes que têm sintomas precisarão de cirurgia imediatamente ou após um curto período de tempo.

  • No passado, colecistectomia aberta (remoção de vesícula biliar) era o procedimento normal para casos não complicados. No entanto, isso é feito com menos frequência agora.
  • Uma técnica chamada colecistectomia laparoscópica é mais comumente usada agora. Esse procedimento usa cortes cirúrgicos menores que permitem uma recuperação mais rápida. Os pacientes frequentemente são enviados do hospital para casa no mesmo dia da cirurgia ou na manhã seguinte.

Colangiopancreatografia retrógrada endoscópica (CPRE) e um procedimento chamado esfincterotomia podem ser feitos para localizar ou tratar de cálculos biliares no ducto biliar comum.

Medicamento

Medicamentos chamados ácidos quenodesoxicólicos (CDCA) ou ácidos ursodesoxicólicos (UDCA, ursodiol) podem ser ministrados em forma de comprimido para dissolver cálculos biliares de colesterol. No entanto, eles podem levar 2 anos ou mais para funcionar e as pedras podem retornar depois que o tratamento terminar.

Raramente, os produtos químicos são passados para a vesícula biliar por meio de um cateter. O produto químico dissolve rapidamente as pedras de colesterol. Esse tratamento não é usado com muita frequência, porque é difícil de ser realizado; os produtos químicos podem ser tóxicos e os cálculos biliares podem retornar.

Litotripsia

A litotripsia extracorpórea por ondas de choque (LECO) da vesícula biliar também foi usada para pacientes selecionados que não podem fazer cirurgia. Como os cálculos biliares frequentemente voltam em muitos pacientes, esse tratamento não é mais usado com muita frequência.

PUBLICIDADE

Expectativas

Os cálculos biliares se desenvolvem em várias pessoas sem causar sintomas. A chance de sintomas ou complicações de cálculos biliares é baixa. Quase todos os pacientes que passam pela cirurgia de vesícula biliar não apresentam sintomas reincidentes (se os sintomas realmente foram causados por cálculos biliares).

Complicações possíveis

O bloqueio do ducto cístico ou ducto biliar comum por cálculos biliares pode causar os seguintes problemas:

  • Colecistite aguda
  • Colangite
  • Colecistite - crônica
  • Coledocolitíase
  • Pancreatite

Prevenção

Não há maneira conhecida para prevenir cálculos biliares. Se você tiver sintomas de cálculos biliares, fazer uma dieta com pouca gordura e perder peso pode ajudá-lo a controlar os sintomas.

Fontes e referências:

  • Siddiqui T. Early versus delayed laparoscopic cholecystectomy for acute cholecystitis: a meta-analysis of randomized clinical trials. Am J Surg. 2008;195(1):40-47.

  • Chari RS, Shah SA. Biliary system. In: Townsend CM, Beauchamp RD, Evers BM, Mattox KL. Sabiston Textbook of Surgery. 18th ed. St. Louis, Mo: WB Saunders; 2007:chap. 54.

  • Afdhal N. Diseases of the gallbladder and bile ducts. In: Goldman L, Ausiello D, eds. Cecil Medicine. 23rd ed. Philadelphia, Pa: Saunders Elsevier; 2007:chap. 159.

ADAM logo

A.D.A.M., Inc. A reprodução ou distribuição das informações aqui contidas é estritamente proibida.
As informações aqui fornecidas não poderão ser usadas durante nenhuma emergência médica, nem para o diagnóstico ou tratamento de doenças. Um médico licenciado deverá ser consultado para o diagnóstico ou tratamento de todas as doenças. Ligue para 192 em caso de emergências médicas. Os links para outros sites são fornecidos apenas a título de informação e não constituem um endosso a eles.

  • Encontre um médicoindicado por outras pessoas

    em

  • Indique um médicoe ajude outras pessoas

    Estado
    Qual o nome do seu médico?

Este conteúdo ajudou você? Já ajudou você e + 1254 pessoa(s) Já avaliou

Imprima

Erro

erro

Comente

Compartilhe

Encontre médicos de confiança indicados por outras pessoas

buscar médicos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Pergunte ao Especialista sobre
cálculo biliar

Sua dúvida respondida por Especialistas Minha Vida perguntar
OFERECIMENTO
+ perguntas

PUBLICIDADE

Descubra o seu Peso ideal Saiba se seu peso atual e sua meta de
peso
são saudáveis.
ex: 75,5kg / 1,70m
 

Shopping Vida Saudável

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Copyright 2006/2014 Minha Vida - Todos os direitos reservados

"As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas."


Você está usando uma versão antiga do seu navegador :( Para obter uma melhor experiência, atualize agora!
X