Pancreatite aguda

Visão Geral

O que é Pancreatite aguda?

A pancreatite aguda é o inchaço e a inflamação repentinos do pâncreas.

Causas

O pâncreas é um órgão localizado atrás do estômago que produz substâncias químicas chamadas enzimas, bem como os hormônios insulina e glucagon. Na maior parte do tempo, as enzimas ficam ativas somente depois de atingirem o intestino delgado, onde elas são necessárias para a digestão dos alimentos.

Quando essas enzimas ficam, de alguma forma, ativas dentro do pâncreas, elas comem (e digerem) o tecido do pâncreas. Isso causa inchaço, hemorragia e danos ao pâncreas e aos seus vasos sanguíneos.

A pancreatite aguda afeta mais homens do que mulheres. Determinadas doenças, cirurgias e hábitos fazem com que você tenha mais probabilidade de desenvolver essa condição.

A condição é mais frequentemente causada por alcoolismo e abuso de álcool (70% dos casos nos Estados Unidos). Em alguns casos, a genética pode ser um fator. No entanto, algumas vezes a causa não é conhecida.

Outras condições associadas à pancreatite são:

  • Problemas autoimunes (quando o sistema imunológico ataca o corpo)
  • Bloqueio do duto pancreático ou do duto biliar comum, os tubos que drenam enzimas do pâncreas
  • Danos aos dutos ou ao pâncreas durante cirurgia
  • Altos níveis no sangue de uma gordura chamada triglicerídeos (hipertrigliceridemia)
  • Lesão no pâncreas por um acidente

Outras causas incluem:

  • Complicações da fibrose cística
  • Síndrome hemolítico-urêmica (SHU)
  • Hiperparatireoidismo
  • Doença de Kawasaki
  • Síndrome de Reye
  • Uso de determinados medicamentos (especialmente estrógenos, corticosteroides, diuréticos de tiazida e azatioprina)
  • Infecções virais, inclusive caxumba, coxsackie B, pneumonia por micoplasma e campylobacter

Exames

O médico realizará um exame físico, que pode mostrar que você tem:

  • Sensibilidade ou nódulo (massa) abdominal
  • Febre
  • Pressão arterial baixa
  • Frequência cardíaca alta
  • Frequência respiratória alta

Testes laboratoriais serão conduzidos. Entre os testes que mostram a liberação de enzimas pancreáticas estão:

  • Alto nível de amilase no sangue
  • Alto nível de lipase sérica no sangue
  • Alto nível de amilase na urina

Outros exames de sangue que podem ajudar a diagnosticar a pancreatite ou suas complicações são:

  • Hemograma completo
  • Painel metabólico abrangente

Entre os testes de imagiologia que podem mostrar a inflamação do pâncreas estão:

  • Tomografia computadorizada abdominal
  • Ressonância magnética abdominal
  • Ultrassom abdominal

Sintomas

Sintomas de Pancreatite aguda

O sintoma principal da pancreatite é dor abdominal sentida no lado esquerdo superior ou no centro do abdome.

A dor:

  • Pode piorar minutos após comer ou beber, especialmente no caso de alimentos com altas quantidades de gordura
  • Torna-se constante e mais grave, durando por vários dias
  • Pode piorar ao deitar-se de costas
  • Pode se espalhar (irradiar) para as costas ou abaixo da escápula do ombro esquerdo

As pessoas com pancreatite aguda frequentemente parecem doentes e têm febre, náuseas, vômitos e sudorese.

Entre outros sintomas que podem ocorrer com essa doença estão:

  • Fezes com cor de argila
  • Repleção abdominal (gases)
  • Soluços
  • Indigestão
  • Amarelamento brando da pele e da parte branca dos olhos (icterícia)
  • Erupção ou lesão na pele
  • Abdome inchado

Buscando ajuda médica

Ligue para seu médico se:

  • Tiver dor abdominal intensa e constante
  • Desenvolver outros sintomas de pancreatite aguda

Tratamento e Cuidados

Tratamento de Pancreatite aguda

Frequentemente, o tratamento requer a permanência no hospital e pode envolver:

  • Analgésicos
  • Líquidos fornecidos por meio de uma veia (IV)
  • Interrupção de alimentos ou líquidos pela boca para limitar a atividade do pâncreas

Ocasionalmente, um tubo será inserido pelo nariz ou pela boca para remover o conteúdo do estômago (sucção nasogástrica). Isso pode ser feito se os vômitos ou a dor forte não apresentarem melhoras, ou se o intestino ficar paralisado (íleo paralítico). O tudo ficará inserido de 1 a 2 dias até 1 a 2 semanas.

O tratamento da condição que causou o problema pode evitar ataques repetidos.

Em alguns casos, a terapia é necessária para:

  • Drenar líquido que tenha se acumulado dentro e ao redor do pâncreas
  • Remover cálculos biliares
  • Aliviar bloqueios do duto pancreático

Nos casos mais graves, a cirurgia é necessária para remover tecido pancreático morto ou infeccionado.

Evite fumo, bebidas alcoólicas e alimentos gordurosos depois que o ataque tiver melhorado.

Convivendo (prognóstico)

Expectativas

Na maioria dos casos, os sintomas passam em uma semana. No entanto, alguns casos se desenvolvem em uma doença que coloca a vida em risco.

A taxa de mortalidade é alta com:

  • Pancreatite hemorrágica
  • Insuficiência hepática, cardíaca ou renal
  • Pancreatite necrosante

A pancreatite pode retornar. A probabilidade disso depende da causa e do sucesso do tratamento.

Complicações possíveis

  • Insuficiência renal aguda
  • Síndrome do desconforto respiratório agudo (SDRA)
  • Acúmulo de líquido no abdome (ascite)
  • Cistos ou abscessos no pâncreas
  • Insuficiência cardíaca
  • Pressão arterial baixa

Episódios repetidos de pancreatite aguda podem levar à pancreatite crônica.

Prevenção

Prevenção

Você pode reduzir o risco de episódios novos ou repetidos de pancreatite adotando medidas para prevenir as condições médicas que podem levar à doença:

  • Evite aspirina ao tratar de uma febre em crianças, especialmente se elas puderem ter uma doença viral, para reduzir o risco de síndrome de Reye.
  • NÃO beba álcool demais.
  • Certifique-se de que as crianças recebam vacinas para protegê-las contra caxumba e outras doenças da infância (consulte: Imunizações - visão geral).

Fontes e referências

  • Banks PA, Freeman ML; Practice Parameters Committee of the American College of Gastroenterology. Practice guidelines in acute pancreatitis. Am J Gastroenterol. 2006;101:2379-2400.
  • Frossard JL, Steer ML, Pastor CM. Acute pancreatitis. Lancet. 2008;371:143-152.
  • Owyang C. Pancreatitis. In: Goldman L, Ausiello D, eds. Cecil Medicine. 23rd ed. Philadelphia, Pa: Saunders Elsevier; 2007:chap 147.
ADAM logo

A.D.A.M., Inc. A reprodução ou distribuição das informações aqui contidas é estritamente proibida.
As informações aqui fornecidas não poderão ser usadas durante nenhuma emergência médica, nem para o diagnóstico ou tratamento de doenças. Um médico licenciado deverá ser consultado para o diagnóstico ou tratamento de todas as doenças. Ligue para 192 em caso de emergências médicas. Os links para outros sites são fornecidos apenas a título de informação e não constituem um endosso a eles.

Este conteúdo ajudou você?
Sim Não